Jump to content
You need to play a total of 10 battles to post in this section.
jonasprates

Como seria uma linha sul-americana de encouraçados?

11 comments in this topic

Recommended Posts

3
[TATIC]
[TATIC]
Members
2 posts
1,382 battles

Olá a todos!

Atualmente existe uma nação "Pan-America" no jogo, embora composta somente por um navio até o momento (o cruzador leve argentino Nueve de Julio, nível VII). Não encontrei nenhuma informação sobre novos desenvolvimentos, mas, na hipótese de outros navios serem acrescentados, comecei a imaginar  uma possível linha sul-americana de encouraçados. 

Nível III: Minas Geraes (1910), com 12 canhões de 305 mm em 6 torres, 22 canhões de 120 mm e 18 de 47 mm - velocidade máxima de 21 nós.

Nível IV: Rivadavia (1914), com 12 canhões de 305 mm em 6 torres, 12 de 152 mm e 16 de 102 mm - velocidade máxima de 22,5 nós. Embora o armamento principal do Rivadavia fosse do mesmo tamanho do Minas Geraes, o navio argentino era maior e possuía blindagem superior.

Nível V: Rio de Janeiro (1914), com 14 canhões de 305 mm em 7 torres, 22  de 152 mm e 10 de 76 mm - velocidade máxima de 22 nós. Devido a uma crise econômica o governo brasileiro vendeu o navio ainda em construção para o Império Otomano, sendo rebatizado Sultão Osman-I Evvel, mas, com o início da Primeira Guerra Mundial em 1914, a Royal Navy requisitou a embarcação (sendo chamada HMS Agincourt). O Rio de Janeiro possuía o maior número de torres montadas em um encouraçado, o que lhe dava um poder de fogo impressionante, apesar do calibre de 305 mm comparado a outros navios da mesma época que já contavam com baterias de tamanho superior (mas o alemão König e o soviético Oktyabrskaya Revolutsiya  também são embarcações nível V com canhões de 305 mm). No entanto, para compensar o peso das torres, o Rio de Janeiro/Agincourt tinha uma blindagem mais fina que outros encouraçados.

Nível VI: Almirante Latorre (1915), com 10 canhões de 356 mm, 16 de 152 mm e 4 de 47 mm - velocidade máxima de 22,75 nós. O único encouraçado chileno e o mais poderoso navio de guerra já construído para uma marinha sul-americana. O navio serviu na Royal Navy durante a Primeira Guerra Mundial (como HMS Canadá).

Nível VII: Riachuelo (1914), com 8 canhões de 381 mm - velocidade máxima entre 22 e 25 nós. Um projeto de encouraçado para a marinha brasileira, mas que acabou cancelado com a eclosão da Primeira Guerra Mundial.

O que acharam? Deixem suas opiniões, o objetivo desse tópico é proporcionar um espaço para discussões saudáveis entre fãs de navios de guerra. Um abraço!

  • Cool 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
158
[URSAL]
Members
625 posts
11,522 battles

Interessante...

Mas acredito que precisamos reforçar mais nossa comunidade de Players para sermos "brindados" com alguma coisa do gênero!

  • Angry 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
13 posts
1,987 battles

No fórum espanhol e no principal já tem vários tópicos sobre uma possível arvore tecnológica pan-americana.

no caso dos encouraçados a linha mais comum é a seguinte:

tier III: Minas Gerais

tier IV: Rivadavia

tier V: Almirante Latore

tier VI: Riachuelo

tier VII: Design 788(é o Riachuelo só que com 10 canhões)

tier VIII: Design 685(Iron Duke só que com canhões de 406mm)

se quiserem mais detalhes é só falar.

  • Cool 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2
[DNBR]
Members
4 posts
4,098 battles

Eu acho uma ideia interessante, mas n sei se essa linha conseguiria se expandir para o T10, n sei se os vizinhos tinham projetos q poderia se encaixar nos tiers mais altos, acabaria sendo um barco 100% devaneio da WG

  • Cool 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3
[TATIC]
[TATIC]
Members
2 posts
1,382 battles

Muito interessante, kaiser_wilherm!

Eu não tinha conhecimento da existência dos designes 788 e 685, se vc tiver mais detalhes pode compartilhar conosco (sabe qual é a referência?).

Sei que em alguns fóruns estrangeiros muitos jogadores querem ver o Rio de Janeiro/Agincourt no jogo, mas como um navio premium na linha britânica. 

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
13 posts
1,987 battles

Sim eu tenho a referencia de praticamente todos os encouraçados propostos para o Brasil.

esta neste site: https://stefsap.wordpress.com/2016/12/13/the-brazilian-dreadnoughts-1904-1914/

e só para responder ao Spledid57, realmente não existe nenhum projeto latino americano para encouraçados nos tiers 9 e 10.

mas para mim se colocarem o design 686 como premiun eu fico feliz.

 

detalhes do design 686:

sistema-pugliese-da-dg-301.jpg 

 

sistema-pugliese-da-dg-291.jpg

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
58
[MV_BR]
[MV_BR]
Members
3,903 posts
6,188 battles

Esse projeto foi criado a partir de uma idéia que foi amadurecendo através dos anos, com o propósito de apresentar um pouco, dentro do possível, da historia dos Navios de Guerra que fizeram parte da Marinha do Brasil ao longo de sua historia. O enfoque principal são as embarcações que estiveram em serviço durante e após a Segunda Guerra Mundial.

Os dados aqui apresentados são de fontes abertas e uma boa parte dele começou a ser coletado no inicio de nossa adolescência, como uma espécie de hobby, ficando mais serio com o passar dos anos transformando-se em anotações pessoais. Junto com esse material dispúnhamos de muitos “folders” , livros, fotos, que com a popularização da Internet foi possível colocar a disposição de um maior numero de pessoas.

Nas páginas a seguir poderão ser encontrados os históricos operativos, as características básicas, Comandantes, histórico do navio quando serviu em outra marinha antes da nossa, brasão, fotos e desenhos de unidades que deixaram saudades como, por exemplo: o CT Piauí - D 31, CTE Bracuí - D 23, Cruzador Tamandaré - C 12, Corveta Ipiranga - V 17, Submarino Amazonas - S 16, assim como unidades mais modernas como as Fragatas Niterói - F 40 e Rademaker - F 49, o Contratorpedeiro Paraíba - D 28, a Corveta Júlio de Noronha - V 32 e o Submarino Timbira - S 32.

Esse trabalho não tem de forma alguma a intenção de esgotar o assunto, mesmo porque não temos condições para isso, deixando claro que foi inspirado em nossos arquivos pessoais com a intenção de imortalizar a história de nossos navios e suas guarnições.

Não iremos nos limitar apenas aos navios do período pós-2ª GM, serão lembrados aqui navios anteriores a esse período, e na medida do possível, unidades do período 1822-1889. 

http://www.naval.com.br/ngb/ngb-new.htm

Share this post


Link to post
Share on other sites
58
[MV_BR]
[MV_BR]
Members
3,903 posts
6,188 battles

Cruzador Almirante Abreu

depois USS Albany - PG 36/CL 23

Classe Barroso/New Orleans

O Cruzador Almirante Abreu, foi o único navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil em homenagem ao Almirante Joaquim Francisco de Abreu, que como Primeiro-Tenente comandou a canhoneira Belmonte na Batalha Naval do Riachuelo. Recebeu esse nome através do Aviso de 12 de dezembro de 1896. Foi construído pelo estaleiro Armstrong, Mitchell & Co., em Newcastle-on-Tyne, Reino Unido, tendo sua quilha batida em 1897. Ja entregue e com bandeira e guarnição brasileira, foi vendido junto com seu irmão Amazonas por 350.000 libras em 15 de março de 1898 pelo Governo do Presidente da República Prudente de Morais ao Governo Norte-Americano, que reforçava sua força naval em conseqüência da Guerra Hispano-Americana, sendo lançado ao mar em 1899 e incorporado a U.S. Navy em 29 de maio de 1900 com o nome de USS Albany. Naquela ocasião, assumiu o comando o Capitão-de-Mar-e-Guerra (USN) J. C. Craig. 

O USS Albany (ex-Almirante Abreu), e, o USS New Orleans (ex-Amazonas) pertenciam a mesma classe do cruzador Barroso (1896 - 1931) e do Cruzador chileno Zenteno.

 

http://www.naval.com.br/ngb/A/A032/A032.htm 

Share this post


Link to post
Share on other sites
58
[MV_BR]
[MV_BR]
Members
3,903 posts
6,188 battles

Árbol Tecnológico de la Armada de la República Argentina (Argentinian Navy Tech Tree):

 

Árbol Tecnológico del Ejército de la República Argentina (Argentinian Army Tech Tree)

http://forum.worldoftanks.com/index.php?/topic/571682-arbol-tecnologico-del-ejercito-de-la-republica-argentina/

 

 

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×