Jump to content
You need to play a total of 10 battles to post in this section.
Livnick

World of Radars, ou: como lidar e mitigar os efeitos de radares da equipe adversaria em um DD.

14 comments in this topic

Recommended Posts

25
[C4]
Members
43 posts
11,212 battles

Des Moines, Cleveland, Baltimore, Buffallo, Missouri, Dm Donskoi, Moskva, Chapayev, Indianapolis, Belfast, Kronshtadt... todos estes navios e muitos outros não citados (para não prolongar a dor que alguns capitães de DDs sentem) tem algo em comum e acho que você sabe muito bem o que é. Seja o "curto" alcance dos 9,9km e intermináveis 50 segundos de radar de um DM com o módulo de radar ou os 11,7km de um cruzador russo que parecem que cobrem metade do mapa, radares são a moda e uma das ferramentas mais letais para caçar e acabar com DDs em qualquer partida. Cruzadores tem radares, e até DDs como o Black ou os Pan-Asiáticos do tier VIII para cima vem com eles usam de radares ou podem equipá-los em troca de gerador de fumaça (eu ia dizer que logo logo surge um CV com radar mas não quero dar mais ideias de navios com radar, vai que né? ).
 


Um mal existente:

Sim, eles estão ai. E assim como a AA para os CVs, é algo que um capitão de DD precisa saber lidar para sobreviver aos inóspitos mares dos tiers mais altos. E quero deixar algumas (mas não únicas, se você tiver outras dicas sinta a vontade para favorecer o debate). Antes de entrar em detalhes, quero que você entenda que para saber como mitigar o radar, você antes precisa se colocar no lugar daquele jogador de cruzador, com o dedo a milímetros de apertar o botão de radar caso seja detectado ou uma bandeira começar a virar para a sua equipe. Isso se torna chave para entender o por que e como sobreviver ao radar.

 

Rápida Intro sobre radares:

Radares são consumíveis que irão revelar qualquer navio dentro de seu alcance, mesmo que não exista linha de fogo direta entre o navio com radar e seus alvos. Basta estar dentro daquele alcance que você será detectado. Esse efeito funciona também durante ciclones, permitindo que você atire em navios sem ser visto pelo oponente. Eles tem uma duração limitada e diferentemente de busca hidroacústica eles não detectam torpedos, apenas navios. Por conta dessas limitações, geralmente bons jogadores avisam sobre quando vão usar o radar e "spamam" F3 enquanto você estiver detectado. Por conta revelarem imediatamente a posição, radares são usados como forma de evitar que bandeiras sejam tomadas ou para localizar possíveis DDs que estejam tentando lançar ataques furtivos. 

 

Conheça teu inimigo:

Minha primeira dica ao entrar numa partida com seu DD é apertar o TAB para revelar todos os navios que tem ou podem equipar radar. Isso significa que sim, você TEM que decorar quais são eles, (e também que radares tem) inclusive aqueles que podem ou não equipar radar. Isso se torna importante por que a partir do momento que a partida começa, você poderá ajudar sua equipe a focar eles primeiro, ou mesmo saber se você está ou não ameaçado de ser detectado. Abaixo darei uma guia simplificada de navios com radares (por classe) e os tipos de radares que tem, mas não são os únicos que tem radar, fica como lição de casa você investigar quais estão faltando ;) - também recomendo a leitura da Wiki.

Lá vamos nós:

  • Cruzadores leves e pesados USN: Linha comum, todos a partir do Tier VIII. Seu alcance começa em 9km e termina em 9.9 no tier X. Premiums Atlanta e Indianapolis tem radares também. Duração começa em 30 e vai até 40 segundos.
  • Cruzadores soviéticos: Linha comum, todos a partir do Tier VIII. Mesmo alcance de 11,7km e duração de 20 segundos, exceto Moskva com 25.
  • USS Missouri: 9,45km durante 35 segundos.
  • RN Belfast: 8,49km durante 25 segundos.
  • DDs Pan-Asiáticos(trocando fumaça): Todos a partir do tier VIII. Alcance de 7,50km e duração variando de 15 a 20 segundos.
  • Cruzadores RN: Todos a partir do tier VIII: mesmos moldes do radar da USN.

Memorizou todos? Espero que sim. Continuando...

 

O Valor do Radar: 

 O valor do radar para a equipe que o tem está em dois possíveis efeitos:

  1. Converter o uso do consumível em dano
  2. Forçar o DD para fora de uma cap.

Logicamente, não é apenas isso, mas são esses os dois maiores valores que se pode tirar de um radar, e considerando que após o uso o player terá que esperar 2 minutos pelo menos para um novo uso, não é atoa que todo mundo atira no pobre DD que está detectado. Então como podemos mitigar isso? Simples, negando ambas as coisas para a equipe adversária. Mais simples dito do que feito, vamos imaginar uma cap. 

image.thumb.png.b85af08977d8ded7456243fc43d1afa6.png

(academia MS Paint de arte).

Certo, neste cenário, vindo pelo sul é natural tentar avançar o máximo possível para ajudar sua equipe com reconhecimento. Mas, mal você sabe mas existe um mal oculto por ali.

image.thumb.png.1f596336feddf5a5303cb24b3191e635.png

E agora você está detectado por radar. Provavelmente por instinto você irá soltar fumaça (que é inútil), irá ou se abrigar na ilhota (e irá abraçar ela com esperanças de ninguém conseguir te acertar) no meio da cap ou virar as costas com seu Boost de velocidade para correr, você nesse processo já tomou 25% de dano. 45% mas está quase longe o bastante para escapar do radar... e lá vem o salvo do BB a 18 km e... é. Primeira morte para equipe adversária e um jogo mais difícil para sua equipe. O que ocorreu de errado?

P-o-s-i-c-i-o-n-a-m-e-n-t-o.

Você jogou exatamente da forma como a equipe adversária queria. Fez o que um DD faz. Ir capturar a bandeira. Mas fez isso de forma agressiva demais e sem pensar nas rotas de fuga. E sem querer limitou suas chances de sair vivo. Uma coisa importante que irei colocar aqui e quero que você reflita: Trocar uma bandeira por sua vida NÃO é uma troca válida. Bandeiras podem ser tomadas a qualquer momento, mas se você morrer são pontos para equipe adversária e um navio a menos para a sua. Nada de bom. 

Com radares, você precisa esperar pelo pior, sabendo que um cruzador de radar está sedento por usar seu consumível premium. Então deixe ele usar, mas faça que seja um desperdício. Vou apresentar uma alternativa de posicionamento, e quero que você pense nela por um momento.

image.thumb.png.849b518e31c6ada2a14bbeadb5c7c83c.png

Esta posição parece mais segura. Nela você tem uma ilha gigante para correr caso você comece a ser focado e rapidamente irá sair da linha de fogo da equipe adversária. Você irá em partes ceder temporariamente a cap, mas como disse antes, você pode tentar retomar ela, caso tenha sido capturada pelo oponente assim que o radar acabar. Nessa posição, você negou o dano e a kill do radar. Como disse, este é um exemplo de posicionamento mais defensivo. A experiência nos mapas irá dizer onde isso é ou não possível (mapas como Okinawa, por exemplo, tem pouca cobertura, o que torna mais complicado abusar do terreno).  Outro ponto importante que vale aqui explicar é: para virar uma cap você não precisa navegar até o meio da mesma, só deixar ao menos metade do seu navio do lado de dentro já basta ;). Assim, uma técnica válida (e usada por jogadores mais experientes) é estacionar ou mesmo se mover vagarosamente na borda da cap, com o navio apontando para fora, assim você estará pronto para abandonar a cap assim que precisar, minimizando o tempo dentro do alcance do radar.

 

(edit) Divisões:
Aqui gostaria de dividir em duas breves explicações de como se portar quando estiver em divisão com cruzadores/BBs e com outros DDs.

  1.  Com outros DDs, ao estiverem numa partida modo dominação com mais de um radar, tentem dividir esforços em ao menos duas bases. O motivo disso é simples: dividir riscos, pois na base que vocês optarem por ir estiver uma equipe inimiga sedenta por kills, você e seu amigo de divisão estarão em alto risco e caso acabem por serem afundados irão causar um prejuízo maior ainda para sua equipe (sempre quando vocês dois não estejam em bandeiras separadas mas ambas dentro do alcance de radar, como no mapa Norte/Luzes do Norte (vulgo "Norte com neve").
     
  2. Em divisão com Cruzadores e BBs: Primeiro ponto ao capitães de BBs e CAs: ouçam seus DDs. Lembre-se que são eles que irão tentar dar a vantagem inicial a sua equipe, então ajudar a tornar a vida deles mais fácil sempre é fundamental. Geralmente um DD consegue deduzir se o cruzador com radar tem ou não linha de tiro direta. Caso você seja detectado por radar ao iniciar a captura e não havia detectado nenhum navio, é muito provável que o cruzador tomou uma posição defensiva para minimizar dano sofrido. Neste caso, como explicado acima, a decisão sensata é abandonar a bandeira até o radar passar. Caso você esteja em divisão com um navio equipado com radar (altamente recomendado), peça que ele aguarde o radar passar, enquanto toma posição, e assim que a bandeira virar para a outra equipe, imediatamente chame pelo radar para expor o DD adversário. Também é importante chamar fogo ao cruzador adversário com radar assim que for detectado para forçar o mesmo para fora da posição ou (idealmente) tirar ele permanentemente da partida. Outro ponto importante é que BBs também deve focar esforços no DD e cruzador adversário, enquanto você como DD pode adentrar na cap para começar a contestar e tomar a base para sua equipe.

Bem, estas foram algumas dicas para lidar com radar em seu DD, como sempre o debate é bem vindo, sendo a ideia tornar este um guia de referência atualizado na melhor forma possível (preciso fazer o mesmo com o guia para DDs). E queria sugerir, que outros tópicos desejam que eu aborde num futuro próximo?

Obrigado e bons mares a todos!

 

Edited by Livnick
  • Cool 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
43
[STP]
Members
239 posts
8,178 battles

um detalhe importante, Chapayev só terá radar após comprar o casco B, como saber se ele é Stock ou não?
R: Casco A: 32K de HP (45pts); Casco B: 37K de HP (50pts);

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
68
[MBR]
Members
222 posts
5,620 battles

Bom trabalho com esse texto. Você lembrou de um ponto que eu também sempre digo, no jogo o radar não detecta torpedos, algo que é possível na vida real. Também a maioria dos jogadores com cruzadores não equipam busca hidroacústica, e preferem fogo AA ao invés da busca. Eu utilizo uma estratégia semelhante a sua, tento forçar os adversários a desperdiçarem os radares, e nunca começo a captura com meus aliados longe de mim.

Fato: Com o meu Buffallo eu não uso radar, até porque ele tem um recarregamento muito lento para combate em curtas distâncias e eu prefiro usar o Buffallo contra alvos além do meu raio de ocultamento. E aquele caça ajuda a manter detectados os navios de grande superfície

Share this post


Link to post
Share on other sites
5
[STAR]
Members
76 posts
7,395 battles
14 hours ago, Livnick said:

Des Moines, Cleveland, Baltimore, Buffallo, Missouri, Dm Donskoi, Moskva, Chapayev, Indianapolis, Belfast, Kronshtadt... todos estes navios e muitos outros não citados (para não prolongar a dor que alguns capitães de DDs sentem) tem algo em comum e acho que você sabe muito bem o que é. Seja o "curto" alcance dos 9,9km e intermináveis 50 segundos de radar de um DM com o módulo de radar ou os 11,7km de um cruzador russo que parecem que cobrem metade do mapa, radares são a moda e uma das ferramentas mais letais para caçar e acabar com DDs em qualquer partida. Cruzadores tem radares, e até DDs como o Black ou os Pan-Asiáticos do tier VIII para cima vem com eles usam de radares ou podem equipá-los em troca de gerador de fumaça (eu ia dizer que logo logo surge um CV com radar mas não quero dar mais ideias de navios com radar, vai que né? ).
 


Um mal existente:

Sim, eles estão ai. E assim como a AA para os CVs, é algo que um capitão de DD precisa saber lidar para sobreviver aos inóspitos mares dos tiers mais altos. E quero deixar algumas (mas não únicas, se você outras sinta a vontade para favorecer o debate). Antes de entrar em detalhes, quero que você entenda que para saber como mitigar o radar, você antes precisa se colocar no lugar daquele jogador de cruzador, com o dedo a milímetros de apertar o botão de radar caso seja detectado ou uma bandeira começar a virar para a sua equipe. Isso se torna chave para entender o por que e como sobreviver ao radar.

 

Rápida Intro sobre radares:

Radares são consumíveis que irão revelar qualquer navio dentro de seu alcance, mesmo que não exista linha de fogo direta entre o navio com radar e seus alvos. Basta estar dentro daquele alcance que você será detectado. Esse efeito funciona também durante ciclones, permitindo que você atire em navios sem ser visto pelo oponente. Eles tem uma duração limitada e diferentemente de busca hidroacústica eles não detectam torpedos, apenas navios. Por conta dessas limitações, geralmente bons jogadores avisam sobre quando vão usar o radar e "spamam" F3 enquanto você estiver detectado. Por conta revelarem imediatamente a posição, radares são usados como forma de evitar que bandeiras sejam tomadas ou para localizar possíveis DDs que estejam tentando lançar ataques furtivos. 

 

Conheça teu inimigo:

Minha primeira dica ao entrar numa partida com seu DD é apertar o TAB para revelar todos os navios que tem ou podem equipar radar. Isso significa que sim, você TEM que decorar quais são eles, (e também que radares tem) inclusive aqueles que podem ou não equipar radar. Isso se torna importante por que a partir do momento que a partida começa, você poderá ajudar sua equipe a focar eles primeiro, ou mesmo saber se você está ou não ameaçado de ser detectado. Abaixo darei uma guia simplificada de navios com radares (por classe) e os tipos de radares que tem, mas não são os únicos que tem radar, fica como lição de casa você investigar quais estão faltando ;) - também recomendo a leitura da Wiki.

Lá vamos nós:

  • Cruzadores leves e pesados USN: Linha comum, todos a partir do Tier VIII. Seu alcance começa em 9km e termina em 9.9 no tier X. Premiums Atlanta e Indianapolis tem radares também. Duração começa em 30 e vai até 40 segundos.
  • Cruzadores soviéticos: Linha comum, todos a partir do Tier VIII. Mesmo alcance de 11,7km e duração de 20 segundos, exceto Moskva com 25.
  • USS Missouri: 9,45km durante 35 segundos.
  • RN Belfast: 8,49km durante 25 segundos.
  • DDs Pan-Asiáticos(trocando fumaça): Todos a partir do tier VIII. Alcance de 7,50km e duração variando de 15 a 20 segundos.
  • Cruzadores RN: Todos a partir do tier VIII: mesmos moldes do radar da USN.

Memorizou todos? Espero que sim. Continuando...

 

O Valor do Radar: 

 O valor do radar para a equipe que o tem está em dois possíveis efeitos:

  1. Converter o uso do consumível em dano
  2. Forçar o DD para fora de uma cap.

Logicamente, não é apenas isso, mas são esses os dois maiores valores que se pode tirar de um radar, e considerando que após o uso o player terá que esperar 2 minutos pelo menos para um novo uso, não é atoa que todo mundo atira no pobre DD que está detectado. Então como podemos mitigar isso? Simples, negando ambas as coisas para a equipe adversária. Mais simples dito do que feito, vamos imaginar uma cap. 

image.thumb.png.b85af08977d8ded7456243fc43d1afa6.png

(academia MS Paint de arte).

Certo, neste cenário, vindo pelo sul é natural tentar avançar o máximo possível para ajudar sua equipe com reconhecimento. Mas, mal você sabe mas existe um mal oculto por ali.

image.thumb.png.1f596336feddf5a5303cb24b3191e635.png

E agora você está detectado por radar. Provavelmente por instinto você irá soltar fumaça (que é inútil), irá ou se abrigar na ilhota (e irá abraçar ela com esperanças de ninguém conseguir te acertar) no meio da cap ou virar as costas com seu Boost de velocidade para correr, você nesse processo já tomou 25% de dano. 45% mas está quase longe o bastante para escapar do radar... e lá vem o salvo do BB a 18 km e... é. Primeira morte para equipe adversária e um jogo mais difícil para sua equipe. O que ocorreu de errado?

P-o-s-i-c-i-o-n-a-m-e-n-t-o.

Você jogou exatamente da forma como a equipe adversária queria. Fez o que um DD faz. Ir capturar a bandeira. Mas fez isso de forma agressiva demais e sem pensar nas rotas de fuga. E sem querer limitou suas chances de sair vivo. Uma coisa importante que irei colocar aqui e quero que você reflita: Trocar uma bandeira por sua vida NÃO é uma troca válida. Bandeiras podem ser tomadas a qualquer momento, mas se você morrer são pontos para equipe adversária e um navio a menos para a sua. Nada de bom. 

Com radares, você precisa esperar pelo pior, sabendo que um cruzador de radar está sedento por usar seu consumível premium. Então deixe ele usar, mas faça que seja um desperdício. Vou apresentar uma alternativa de posicionamento, e quero que você pense nela por um momento.

image.thumb.png.849b518e31c6ada2a14bbeadb5c7c83c.png

Esta posição parece mais segura. Nela você tem uma ilha gigante para correr caso você comece a ser focado e rapidamente irá sair da linha de fogo da equipe adversária. Você irá em partes ceder temporariamente a cap, mas como disse antes, você pode tentar retomar ela, caso tenha sido capturada pelo oponente assim que o radar acabar. Nessa posição, você negou o dano e a kill do radar. Como disse, este é um exemplo de posicionamento mais defensivo. A experiência nos mapas irá dizer onde isso é ou não possível (mapas como Okinawa, por exemplo, tem pouca cobertura, o que torna mais complicado abusar do terreno). Este é um exemplo simples de como mitigar dano, a ideia é promover um debate sobre técnicas que não citei que também podem ser úteis neste mundo com cada vez mais radares. 

Espero que tenha ajudado e até em breve. 

brilhante.... e se eu puder acrescentar... como dito antes... não spote (ja virou verbo) cruzadores, o desmoines com full ocultação.. o radar é o mesmo valor do spot... logo.... e ele tiver o radio localization... ele vai saber exatamente por onde vc está vindo... triangulando as informações... se posicionar e ligar o radar pra te matar...

 

mas novamente... otimo post

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
119
[BLUE_]
Members
385 posts
14,099 battles

Estava estudando, mas tive que logar pq esse post realmente é de boa qualidade e mantido de forma simples (eu acabaria incluindo coisas de competitivo e faria um texto maçante :cap_book:). Queria pontuar alguns pontos chaves do seu post primeiro com um pouco de tempero:

=> Planejar com antecedência; => Ter um plano de fuga em mente; => Usar o terreno ao seu favor para limitar o número de navios que possivelmente podem atirar (cuidado que navios com radar inimigos podem fazer o mesmo para se aproximarem sem serem vistos) => Fazer o inimigo desperdiçar o radar como contestar o cap por 5 segundos e dps sair assim que o ícone do radar aparecer ou ficar testando a paciência do jogador inimigo navegando no limite do alcance do radar dele ou até jogar uma "cortina de fumaça falsa" e dps sair, assim que o navio com radar usar o consumível não irá achar nada ali e muito mais.

Todavia eu ganho o dia quando tem aquele cruzador britânico chato pra c* que força a angular o seu navio de forma perfeita pra ele, ou senão toma um dano absurdo pq não aquieta aqueles canhões que são mais irritantes que matracas e TÁTÁTÁTÁTÁTÁTÁTÁTÁ :cap_rambo:(como são projéteis PP dão mais trabalho de reparar o dano em média do que dano de balas PE)... erhh erhh voltando, e sim, é isso mesmo... toma radar na cara e leva devastador antes de perceber que acabou de tomar 3 cidadelas de um BB pra deixar de ser chato pra burro! :fish_haloween: Claro que dá pra conseguir algumas cidadelas atirando no invisível, mas ataque devastador pra resolver o problema da metralhadora irritante de forma definitiva é improvável, e se não der devastador num Minotaur, Neptune ou Edinburg eles simplesmente vão imprimir um navio novo em 20 segundos. Isso inclui até cruzadores britânicos do meu time quando toma radar do inimigo, mas se eles tiverem radar em vez de smoke eu elogio eles na hora por serem cabras machos/valentes/destemidos e assim vai.

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
25
[C4]
Members
43 posts
11,212 battles

Obrigado pelo feedback e por compartilharem suas dicas. Estou pensando em continuar com outros tópicos, abordando de uma forma mais sucinta tópicos e temas para ter como referência e ajudar a todos!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
98 posts
8,097 battles

Acontece que com essa leva de clevelands e baltimores o número de radar ships tem ficado insuportável para os DDs, o ideal é não ser tão agressivo nos cap e esperar um pouco antes de entrar afobado nos pontos, sempre analisando no mapa as possíveis rotas de fuga

Share this post


Link to post
Share on other sites
124
[URSAL]
Members
499 posts
10,426 battles

O post tá muito bom. O principio é este mesmo.

Só que a partir do T8 temos muitos cruzadores com radar. Hoje é normal termos 3 a 4 navios com radar na equipe adversária. Isso dá uma cobertura de radar em 100% do tempo para determinadas áreas do jogo.

O trabalho do DD tornou-se muito mais dependente da equipe do que seu posicionamento individual.

Eu parei de jogar com DDs em CAP. Mesmo se a equipe estiver perdendo áreas, não dá pra arriscar sozinho contra 3, 4 as vezes 5 cruzadores com radar do lado oposto.

Dá pra expandir um pouco a estratégia para participação da equipe em ações coletivas?

 

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
25
[C4]
Members
43 posts
11,212 battles
On 27/06/2018 at 12:38 AM, Fabianocc said:

Dá pra expandir um pouco a estratégia para participação da equipe em ações coletivas?

Você estaria se referindo a como cruzadores e encouraçados podem ajudar melhor os DDs com fogo de apoio, por exemplo?

 

Se sim,  acredito que cai ainda no tópico do tema, pergunto apenas para ter certeza que entendi o que você quis dizer. :Smile_Default:

Share this post


Link to post
Share on other sites
124
[URSAL]
Members
499 posts
10,426 battles

Isso mesmo: como uma divisão de 3 membros poderia agir ordenadamente (taticamente) para auxiliar na captura das áreas.

Todo mundo desenvolve as suas taticas e formas de ataque conjunto. Mas ter um tópico que explique isso de forma didática e eficiente com este seu seria primordial para novatos e até veteranos discutirem mais profundamente.

Edited by Fabianocc

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alpha Tester
468 posts
8,727 battles

ótimas dicas ,tenho problemas para jogar com dd  pelo fato desse festival de radares ,o que eu faço é o seguinte para não morrer no primeiro minuto tentando spotar ou capturar ,não avanço para captura como fazia antes agora com meu shima ou gearing mando uma enxurrada de torpspaw ,e acredite tá dando certo sempre arregaço alguém salvando assim meus créditos na atual condição que a wargaming impôs aos dd's só resta mesmo jogar assim ou ficar tomando prejuízos enormes jogando com dd's tier 10 ,não gosto de jogar assim, gosto de ajudar o time mais é impossível com essa quantidade absurda de radares.

Share this post


Link to post
Share on other sites
25
[C4]
Members
43 posts
11,212 battles

Post foi atualizado na parte final. Como ficou agora? Agradeço o feedback.

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
124
[URSAL]
Members
499 posts
10,426 battles

Pra ilustrar a questão de uso de terreno em um CAP:

Uma ação de CAP sobre área com navio inimigo perfeita para ilustrar o porque que estacionar no Smoke não significa necessariamente proteção para um DD. Vi o oponente atirando na Smoke, me direcionei para a área, usei o terreno e fiz um ataque devastador perfeito. O DD inimigo sequer se mexeu - ele não me viu! Na sequencia fiz o CAP e ainda destruí com a anti aérea o grupamento de caça inimigo que ameaçava me spotar.

  • Cool 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×