Jump to content
sea_you

Atualização 0.7.5 - Feedback

15 comments in this topic

Recommended Posts

-Members-
497 posts
1,123 battles

Capitães,

Nos gostariamos de receber feedback com relação à atualização 0.7.5 nos seguintes aspectos: 

1) Árvore Tecnológica dos EUA 
Os cruzadores americanos mudaram de nivel e a sua conta recebeu uma compensação por qualquer impacto que isso possa ter tido (detalhes em inglês aqui). O que você acha dos novos níveis e você acha que os navios estão mais equilibrados?

2) Coleção e Campanha American Cruiser
Uma nova coleção está disponível também, totalizando 48 itens individuais.
Uma nova campanha contará sobre a carreira militar do almirante americano William Halsey. Para concluí-la, você precisará de navios de nível VIII ou superior, enquanto algumas tarefas exigirão apenas navios dos EUA de tipos selecionados. Ao completar tarefas, você receberá uma variedade de recompensas úteis, incluindo super contêiners para realizar tarefas finais. Depois de terminar a última tarefa da missão final, você receberá um comandante único chamado William Halsey com 15 pontos de habilidade, talentos e um patch comemorativo.
Compartilhe conosco o seu feedback sobre esses dois novos recursos!

3) Kronshtadt
Com o lançamento da atualização 0.7.5, o cruzador soviético de nível IX, Kronshtadt, estará disponível para compra no jogo por 750.000 XP livre. O que você acha deste novo cruzador?

4) Desempenho Geral e Bugs
Como o jogo está funcionando para você após a atualização? Você encontrou algum bug? 
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
15
[-BFC-]
Members
50 posts
5,510 battles

Olá sea_you!

Tenho as seguintes considerações:

As alterações na árvore tecnológica são bem-vindas, mas os navios não estão equilibrados. Acredito que houve pouco tempo para testes junto a comunidade. Minhas considerações:

1- O Pensacola não honra o título de cruzador pesado. Seu título se deve apenas ao fato de possuir 4 torres de canhões principais. O navio é extremamente frágil, principalmente quando se expõe a lateral, que poderia ser melhor compensado com uma melhoria na rotação das torres, que é extremamente lenta.

2- O novo Tier iX tornou-se um navio pior que o Baltimore. Apesar de seu poder de fogo e contar com 4 torres, dificilmente você conseguirá aproveitar todo o seu potencial, pois ao expor a lateral, o mínimo que seja, se tornará uma presa fácil. Além disso, a taxa de disparo é muito baixa, ainda inferior a do Baltimore, com um alcance extremamente curto das baterias para um Tier IX.

3- A adição do radar no Cleevaland foi magnifica, forçando os DD's  atuarem com mais estratégia e não apenas contar com a invisibilidade.  

Em relação a nova campanha, completar a primeira Etapa é um enorme desafio para jogadores medianos e bons. Esses terão que contar com o quesito sorte para avançar. Ela é viável apenas para top players. É uma campanha com dificuldade superior a do comande Japonês, pelo menos na primeira etapa. A impressão é que a dificuldade foi imposta para não se alcançar a última tarefa, onde lhe daria um contêiner da nova coleção americana, podendo o jogador iniciá-la antes das missões de junho.   

Se você tiver um outro ponto de vista, peço compartilhar.

Saudações

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
152 posts
11,040 battles

1) Gostei muito, muito mesmo e olha que o Tier mais alto que tenho (dos Americanos) é o Cleveland e o Pensacola

O Pensacola tem esse giro de torretes irritante, e sua aceleração e desaceleração como um BB também irrita muito. Mas o navio é fabuloso sim !!! foi o 1o navio Cruzador de Tier médio que encara BBs e os afundam fazendo Citadelas, essa é apenas uma das batalhas que afundei BB de cara a cara, e olha que só estou jogando com esse navio depois da atualização 0.7.5

102716_PASC106-Pensacola.thumb.jpg.8f16b64fba26b091482f678102feb5bb.jpg

11.thumb.jpg.079a3cbc9690a93e97c50129dfef8e2c.jpg

 

2) a campanha é Hardcore mesmo ela me deixou triste :/

3) Ter navio premium por XP é sempre legal mas 750.000 é bem duro, deve valer o preço 

4) O único bug que encontrei é não consigo upar meus replays: Eu upo mas depois de tudo o video não esta la no site. O jogo parece tudo perfeito

Edited by Hanimichal_warrior

Share this post


Link to post
Share on other sites
34
[PN]
Members
66 posts
15,700 battles

Olá sea_you,

 1 - Acho um pouco cedo ainda para dizer já que todo mundo está jogando cruzadores, o que altera um pouco o meta, mas acho que dentro de uns dias tudo volta ao normal. No geral, acho que eles seguem a filosofia de serem navios de apoio, que dependem de cobertura para serem efetivos, que é consistente com a linha no geral.

2 - A campanha vai levar um bom tempo para terminar, mas como é permanente isso não me preocupa tanto. Recentemente terminei a do Yamamoto então é bom ter um novo desafio :Smile_Default:

3 - Joguei algumas partidas com ele, e ele é bem forte. Praticamente resistente caso você saiba angular corretamente e resistir a vontade de se sentir um BB. Me parece um ótimo treinador de capitães soviéticos, algo que estava em falta desde a remoção permanente do Kutuzov da Premium Store.

4 - Ainda nenhum bug que afete minha performance no jogo, continuem com o bom trabalho!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
152 posts
11,040 battles

Agora que consegui BALTIMORE comparei com HIPPER que já tinha

BALTIMORE deveria ser melhorado, as únicas vantagens que ele tem sobre HIPPER são: 1sec velocidade de tiro + melhor AA . Mas no resto ele é deficiente! e nem tem torpedos! BALTIMORE tem Projetil de canhão Lento, fraco,  o tiro é extremamente curto distancia, menos quantidade Pontos de Energia, giro das torres lentas.

Ter vantagem em 1 secundo de tiro de canhão e melhor AA não faz jus para ele, pelo menos se tiver torpedos ou manobrabilidade melhor ou sei la qualquer outra coisa para equilibrar.

Não tenho ainda outros  VIII fora do BALTIMORE,  HIPPER e CLEVELAND em cruzadores, mas comparando o CLEVELAND com BALTIMORE não vejo o que é Cruzador Leve e Pesado!

Edited by Hanimichal_warrior

Share this post


Link to post
Share on other sites
223
[TRETA]
Beta Testers
954 posts
14,366 battles
On 01/06/2018 at 7:01 AM, CMD_Flid said:

1- O Pensacola não honra o título de cruzador pesado. Seu título se deve apenas ao fato de possuir 4 torres de canhões principais. O navio é extremamente frágil, principalmente quando se expõe a lateral, que poderia ser melhor compensado com uma melhoria na rotação das torres, que é extremamente lenta.

2- O novo Tier iX tornou-se um navio pior que o Baltimore. Apesar de seu poder de fogo e contar com 4 torres, dificilmente você conseguirá aproveitar todo o seu potencial, pois ao expor a lateral, o mínimo que seja, se tornará uma presa fácil. Além disso, a taxa de disparo é muito baixa, ainda inferior a do Baltimore, com um alcance extremamente curto das baterias para um Tier IX.

3- A adição do radar no Cleevaland foi magnifica, forçando os DD's  atuarem com mais estratégia e não apenas contar com a invisibilidade.  

Em relação a nova campanha, completar a primeira Etapa é um enorme desafio para jogadores medianos e bons. Esses terão que contar com o quesito sorte para avançar. Ela é viável apenas para top players. É uma campanha com dificuldade superior a do comande Japonês, pelo menos na primeira etapa. A impressão é que a dificuldade foi imposta para não se alcançar a última tarefa, onde lhe daria um contêiner da nova coleção americana, podendo o jogador iniciá-la antes das missões de junho.   

Se você tiver um outro ponto de vista, peço compartilhar.

Saudações

 

 Contraponto:

1 - A marinha dos EUA classificava cruzador como pesado pelo armamento, e NÃO pela blindagem. Em geral seus cruzadores pesados tinham a mesma blindagem dos leves, apenas canhões maiores. Portanto a fragilidade do Pensacola está perfeitamente condizente com a realidade.

E a rotação das torres dele era muito lenta mesmo, afinal é um projeto dos anos 1920.

Abaixo, a blindagem real do Pensacola:

  • Belt: 2 12–4 in (64–102 mm)
  • Deck: 1–1 34 in (25–44 mm)
  • Barbettes: 34 in (19 mm)
  • Turrets: 342 12 in (19–64 mm)
  • Conning Tower: 1 14 in (32 mm)

 

2 - Cruzador não pode expôr costado, simples assim. E como dito acima, os cruzadores pesados norte-americanos tinha blindagem de cruzador leve na maioria dos casos.

 

 

 

 

 

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
20
[VCRUZ]
-Members-
52 posts
9,747 battles

1: O Baltimore já deveria ter sido movido para o tier anterior a algum tempo, então agora ele esta dentro de um tier em que consegue desempenhar seu papel de forma melhor. Cleveland já era ótimo no T6, com os buffs atuais ele virou um monstro.

2: A campanha é uma boa maneira de fazer o pessoal utilizar os navios de uma nação e com essa mudança na linha americana é uma boa maneira de forçar o pessoal a testar os updates, quanto o capitão é uma opção interessante para todos os TX da nação, até para o Midway é interessante para o tempo de serviço reduzido.

3: Após quase 100 partidas considero que ele é mais um saco de pancadas que um navio que tenha nos canhões um diferencial devido sua dispersão que impede punir navios de broadside (sim, a dispersão dele é anormal, tenho alguns replays em que um Missouri a 4km não levou uma bala em 2 salvas), DDs fazem a festa contra ele, porque é muito complicado acertar uma salva neles. Eu acredito que igualar o sigma dele com o Stalingrad ajude muito a resolver esse problema, se pode se tratar como problema. Do jeito que ele esta não vale os 750000 de experiencia livre pedidos.

4: Não tive bugs, mas alguns conhecidos estão tendo problemas da interface no porto ficar travada e ter que reiniciar o jogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
223
[TRETA]
Beta Testers
954 posts
14,366 battles

1) Árvore Tecnológica dos EUA 
Os cruzadores americanos mudaram de nivel e a sua conta recebeu uma compensação por qualquer impacto que isso possa ter tido (detalhes em inglês aqui). O que você acha dos novos níveis e você acha que os navios estão mais equilibrados?

Gostei MUITO da ideia de separar em pesados e leves, o jogador pode escolher qual linha seguir dependendo do seu estilo de jogo.

Ainda não deu para checar a fundo se estão realmente bem equilibrados, mas a princípio me parece que sim.

 

2) Coleção e Campanha American Cruiser
Ainda não posso avaliar, poucas partidas.

 

3) Kronshtadt
Com o lançamento da atualização 0.7.5, o cruzador soviético de nível IX, Kronshtadt, estará disponível para compra no jogo por 750.000 XP livre. O que você acha deste novo cruzador?

Assisti diversos vídeos de avaliação e me parece uma ótima opção de jogabilidade diferenciada, um navio com casco e blindagem de cruzador porém armamento de BB, que exigirá um estilo de jogo também um pouco diferenciado e terá como maior vulnerabilidade a AA fraca. Em certos aspectos poderá ser talvez o Scharnhorst do Tier 9, um assassino de cruzadores por excelência.

Penso que em breve teremos navios bem semelhantes, como a classe Alaska dos EUA, quem sabe?

O problema é que 750.000 XP livre é algo bem salgado, a WG deveria pelo menos fazer aquela promoção de troca de XP a 35 quando lança um novo navio nesses moldes.

 

4) Desempenho Geral e Bugs
Como o jogo está funcionando para você após a atualização? Você encontrou algum bug? 

 

Nenhum bug novo, mas ainda continuam bugs antigos ocasionais (e que afetam de forma  intermitente TODOS os jogadores que eu conheço e jogo em clã e division), como:

4.1) Partida começa porém seu jogo fica congelado na tela inicial do mapa, te obrigando a derrubar o jogo no Task Manager do windows e conectar de jogo, perdendo muitos minutos e ficando AFK por muito tempo, prejudicando você e o time. 

4.2) Jogo dá crash durante um apartida, obrigando a carregar e conectar de novo, perdendo muitos minutos, ficando AFK, o que é péssimo pois em geral vc acabado sendo morto pois quase sempre você está no meio de alguma ação. 

Lembrando que isso acontece de forma intermitente (não sei a frequência certa, mas 1 vez a cada 15 partidas não estaria longe da realidade) e com TODOS os jogadores que conheço, e não importa se reinstalamos o jogo do zero, atualizamos o windows, atualizamos drivers de placa de vídeo e etc.

SUGESTÂO PARA A WG:

O server deveria detectar quando um player está AFK mas a conexão ainda está ativa  (neste caso,  poderia assumir culpa do próprio player) , e o player AFK por queda de conexão (não está mais trocando pacotes) e evitar penalizar este último.

 

4.3) O desempenho na partida penso que está muito bom, tenho um FX8350 (processador já bem antigo) com uma Radeon R9 290X (placa antiga mas ainda muito forte) e consigo FPS de 50 a 75 usando 2560x1080, AA 2x e setup gráfico totalmente no máximo  em todas as opções,  e ainda uso mods gráficos como Big Waves que pesam mais ainda, também uso o  som na opção Ultra,. Então, creio que está bom.

Porém, o mesmo NÃO acontece na interface do porto, é lenta e pouco responsiva, mesmo quando eu carrego um porto bem simples e com poucos detalhes (cheguei a testar um com fundo todo preto, sem nada), então creio que o problema é na interface. Instalei o jogo em um SSD e não afetou em nada o desempenho da interface, o que reforça que é algum problema de otimização do código mesmo.


 

 

Edited by Zkyzytuz

Share this post


Link to post
Share on other sites
15
[-BFC-]
Members
50 posts
5,510 battles
18 hours ago, Zkyzytuz said:

 Contraponto:

1 - A marinha dos EUA classificava cruzador como pesado pelo armamento, e NÃO pela blindagem. Em geral seus cruzadores pesados tinham a mesma blindagem dos leves, apenas canhões maiores. Portanto a fragilidade do Pensacola está perfeitamente condizente com a realidade.

E a rotação das torres dele era muito lenta mesmo, afinal é um projeto dos anos 1920.

Abaixo, a blindagem real do Pensacola:

  • Belt: 2 12–4 in (64–102 mm)
  • Deck: 1–1 34 in (25–44 mm)
  • Barbettes: 34 in (19 mm)
  • Turrets: 342 12 in (19–64 mm)
  • Conning Tower: 1 14 in (32 mm)

 

2 - Cruzador não pode expôr costado, simples assim. E como dito acima, os cruzadores pesados norte-americanos tinha blindagem de cruzador leve na maioria dos casos.

 

 

 

 

 

Olá. Concordo plenamente quanto a exposição da lateral. No entanto, o Buffalo precisaria ter uma taxa de disparo tão baixa, inferior ao Baltimore?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
373 posts
7,482 battles

Em teoria era para ser a mesma taxa de disparo como o Charles Martel e o Saint-Louis, por exemplo, eles possuem o mesmo modelo de canhão e a mesmas configurações da balística. Porém, o Buffalo tem uma torre a mais em relação ao Baltimore, então, faz sentido ele ter uma taxa de disparo menor. Apesar de também terem o mesmo modelo de canhão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
20
[VCRUZ]
-Members-
52 posts
9,747 battles
3 hours ago, MaxVladimus said:

Em teoria era para ser a mesma taxa de disparo como o Charles Martel e o Saint-Louis, por exemplo, eles possuem o mesmo modelo de canhão e a mesmas configurações da balística. Porém, o Buffalo tem uma torre a mais em relação ao Baltimore, então, faz sentido ele ter uma taxa de disparo menor. Apesar de também terem o mesmo modelo de canhão.

O reload é maior por questões de balanceamento, mesmo possuindo as mesmas armas, caso contrário existiram muitos players reclamando que o navio é muito forte.

 

Ainda espero que a WG tenha algo a falar sobre a dispersão do Krons, porque pensa em um navio triste de jogar e na tristeza de torrar 750k de free exp pra ter uma decepção a cada partida

Share this post


Link to post
Share on other sites
167
[BLUE_]
Members
467 posts
18,436 battles
On 01/06/2018 at 7:01 AM, CMD_Flid said:

As alterações na árvore tecnológica são bem-vindas, mas os navios não estão equilibrados. Acredito que houve pouco tempo para testes junto a comunidade. Minhas considerações:

1- O Pensacola não honra o título de cruzador pesado. Seu título se deve apenas ao fato de possuir 4 torres de canhões principais. O navio é extremamente frágil, principalmente quando se expõe a lateral, que poderia ser melhor compensado com uma melhoria na rotação das torres, que é extremamente lenta.

2- O novo Tier iX tornou-se um navio pior que o Baltimore. Apesar de seu poder de fogo e contar com 4 torres, dificilmente você conseguirá aproveitar todo o seu potencial, pois ao expor a lateral, o mínimo que seja, se tornará uma presa fácil. Além disso, a taxa de disparo é muito baixa, ainda inferior a do Baltimore, com um alcance extremamente curto das baterias para um Tier IX.

Se você tiver um outro ponto de vista, peço compartilhar.

Saudações

 

Com exceção do Graf Spee (que é um design muito específico na vida real) todos os cruzadores tier 6 são frágeis, tlvz abra uma pequena exceção pro Leander com a cidadela minúscula e o Aoba que tem um deck que tanca bala de Yamato (32mm de blindagem), posso estar enganado nesse último. O Tratado Naval de Washington que é a base de classificação dos cruzadores na época leva em consideração apenas o calibre dos canhões da bateria principal, ou seja, cruzadores com calibre de 200mm pra cima eram considerados pesados e com canhões menores que isso, leves. Para o jogo isso se traduz em: CAs: DPM baixo e dano alfa alto e CLs: DPM alto e dano alfa baixo.

Não considero o Buffalo mais fraco, mas sim numa posição esquisita em que parece uma alternativa ao Baltimore só que um tier mais alto, em que troca a recarga dos canhões por ter um número maior deles. Além disso, tem a atualização de 3 milhões que pode aumentar o alcance dos canhões substancialmente que eu uso, mas conheço jogadores que optou pela opção de recarga pq não atura a recarga lenta. Só não considero o Buffalo fraco no tier 9 pq tem HP alto e pode recuperar o HP, algo que o Baltimore não tem (mas isso é padrão para todos os cruzadores do tier).

Mas ainda acho que deveria reduzir o tempo de recarga dos canhões do Buffalo. Exemplo entre Roon e Hipper. O primeiro tem mais canhões e recarga mais rápida, é bem raro ouvir alguém falando sobre algum deles serem desbalanceados, eu ouço com mais frequência a diferença de desempenho entre os dois navios. Vamos ver o que as recentes mudanças do Hipper e as mudanças que em breve chegarão para o Roon irá fazer.

On 07/06/2018 at 8:43 AM, Hanimichal_warrior said:

Agora que consegui BALTIMORE comparei com HIPPER que já tinha

BALTIMORE deveria ser melhorado, as únicas vantagens que ele tem sobre HIPPER são: 1sec velocidade de tiro + melhor AA . Mas no resto ele é deficiente! e nem tem torpedos! BALTIMORE tem Projetil de canhão Lento, fraco,  o tiro é extremamente curto distancia, menos quantidade Pontos de Energia, giro das torres lentas.

Ter vantagem em 1 secundo de tiro de canhão e melhor AA não faz jus para ele, pelo menos se tiver torpedos ou manobrabilidade melhor ou sei la qualquer outra coisa para equilibrar.

Não tenho ainda outros  VIII fora do BALTIMORE,  HIPPER e CLEVELAND em cruzadores, mas comparando o CLEVELAND com BALTIMORE não vejo o que é Cruzador Leve e Pesado!

Baltimore pessoalmente está sendo o cruzador mais forte no tier 8. Sendo o primeiro cruzador pesado americano da linha a ter os projéteis "SHS" (Super Heavy Shells) dando um poder de penetração da PP altíssimo mesmo com a baixa velocidade das balas. Todo o casco é coberto por pelo menos uma blindagem de 27mm, ou seja, quando aponta a proa pra um BB que tem calibre menor que 381mm dá ricochete em tudo, a classe Hipper pode fazer o mesmo, mas tem apenas 4 canhões na proa contra 6 do Baltimore, quando o MM cai contra tier 6 ainda não perdi nem metade do meu HP mesmo rushando em posições muito perigosas. Pessoalmente, ele está um pouco acima do necessário, o navio faz tudo no campo de batalha que acabo exigindo dele, menos combates a longa distância.

Colocando torpedos num navio em que nunca teve eles na vida real vai contra a visão de jogo em que a WG tem em mente para o jogo.

A PE dos alemães só tem penetração, tendo dano alfa e chance de incêndio anêmicos, enquanto a PP apesar de ter dano alfa altíssimo tem pouca penetração por causa do baixo peso delas, tendo alta tendência para dar ricochete em situações inesperadas e não consegue penetrar a cidadela de outros cruzadores expondo a lateral qnd outros cruzadores pesados não tem esse problema. Para poder tirar o melhor proveito tem que constantemente mudar o tipo de projétil para otimizar o dano (acho isso saudável porque requer conhecimento do jogador).

Enquanto o Cleveland se for pego em águas abertas está em apuros, sendo mandatório abraçar alguma ilha para se sair bem, pelo menos é um estilo de jogo que o diferencia dos d+, apesar de tier por tier considerá-lo mais fraco no tier 8, agora é um navio muito mais sólido em termos de opção disponíveis no campo de batalha. E mais uma vez, o Baltimore tem canhões de 203mm = cruzador pesado e Cleveland com canhões de 152mm = cruzador leve.

On 07/06/2018 at 11:26 AM, Guiguito_ruivao said:

3: Após quase 100 partidas considero que ele é mais um saco de pancadas que um navio que tenha nos canhões um diferencial devido sua dispersão que impede punir navios de broadside (sim, a dispersão dele é anormal, tenho alguns replays em que um Missouri a 4km não levou uma bala em 2 salvas), DDs fazem a festa contra ele, porque é muito complicado acertar uma salva neles. Eu acredito que igualar o sigma dele com o Stalingrad ajude muito a resolver esse problema, se pode se tratar como problema. Do jeito que ele esta não vale os 750000 de experiencia livre pedidos.

Kronshtadt realmente tem problemas de precisão, mas aumentando a precisão não é a solução. A melhor característica que acho da balística é que não dá tempo de reação pro alvo desviar das balas, meu maior problema nem é a precisão horrível, mas sim a tendência ALTÍSSIMA de dar overpen até em casco de encouraçados, devido a alta velocidade das balas, vou nem mencionar quando acerta os cruzadores (algo similar ocorre com o Roma e o Richelieu), pessoalmente reduzindo o tempo de detonação dos projéteis penetrantes seria melhor. 71k de HP tomando apenas 30 segundos de focos de incêndio é uma combinação devastadora, só afundei com ele após testar os limites da sobrevivência do navio e qualquer outro cruzad... (não dá pra comparar) :Smile_teethhappy:, já teria sido afundado bem antes numa situação parecida.

--------/--------/-------

A campanha não tem limite de tempo para ser completada, ela não teria graça se fosse pra terminar em um ou dois meses. Para aumentar esse tempo eles aumentaram a dificuldade.

Sobre os bugs notei que a tela de loading da batalha chega a 100%, mas nunca coloca eu (como jogador) na batalha e no controle do navio. Acabo sendo forçado ao task killer e recomeçar o jogo mais uma vez.

Gostaria de mencionar a interface do porto que não é relacionado ao patch. Se não me engano era usado um server diferente? ou era algum elemento proposital para aumentar a segurança contra hackers? De qualquer forma, todas as ações feitas ali demoram muito para responder, se fosse necessário apenas uma ou duas coisas que o jogador fosse mexer não seria problema, todavia na hora de preparar um navio que acabou de comprar ou colocar as bandeiras, camuflagem e consumíveis antes de uma batalha pode ser bem frustrante.

Edit: Eu seriamente preciso parar com os textões, agora piorou dps que entrei de férias.

Espero ter passado informações úteis a todos.

Edited by Cpt_JM_Nascimento
  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
152 posts
11,040 battles
17 hours ago, Cpt_JM_Nascimento said:

...

Essa ''super'' superioridade dos canhões americanos sobre os canhões alemães do mesmo calibre eu não sabia

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
373 posts
7,482 battles

Para não criar um novo post, quero dar uma sugestão para alguma atualização futura: criar a opção para poder ocultar as mensagens digitadas pelos jogadores e deixar apenas visível na caixa de texto as mensagens rápidas. Para assim evitar jogadores que decidem bater papo dentro da batalha e a caixa de texto fica poluída de mensagens e aqueles estressados que perdem e saem xingando todo mundo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
106
[-WBG-]
Members
185 posts
25,969 battles
21 hours ago, MaxVladimus said:

Para não criar um novo post, quero dar uma sugestão para alguma atualização futura: criar a opção para poder ocultar as mensagens digitadas pelos jogadores e deixar apenas visível na caixa de texto as mensagens rápidas. Para assim evitar jogadores que decidem bater papo dentro da batalha e a caixa de texto fica poluída de mensagens e aqueles estressados que perdem e saem xingando todo mundo.

Concordo tambem com isso MaxVladimus

As vezes dá a impressão que tem gente que entra apenas para ficar digitando no chat em vez de jogar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×