Jump to content
Sign in to follow this  
You need to play a total of 10 battles to post in this section.
Canismajores

Qual a melhor frota de navio???

23 comments in this topic

Recommended Posts

3
[BRF2]
Members
19 posts
807 battles

Olá!!!

Sou meio novo no jogo, porém meio leigo ainda, e a pergunta é, qual a melhor frota de navio??? 

Atualmente jogo com navios alemães, e não sei porque, mas acho que tanto nos cruzadores como couraçados os navios alemães para mim estão melhores, porém é a opinião de um leigo.

Joguei também com navios japoneses e senti eles um pouco lento de reação, principalmente para revidar tiros, isso acontece principalmente nos encouraçados, e os tiros são bem dispersos, diferente do Couraçado IV  alemão que tenho que tem um tiro mais justo e mais preciso.

Queria saber qual a melhor frota de navio atualmente no jogo, e se é interessante continuar com os alemães mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
8
[FARCE]
Members
59 posts
2,313 battles

[Não tenho tanta experiência assim, mas quero falar um pouco do que eu acho também xD]

Minha frota alemã, há três dias atrás, era composta por um contratorpedeiro tier 2 e o Bismarck. Com as missões do Duke of York, me vi obrigado a ampliar essa linha até pelo menos ter navios de tier 5 para fazer as missões. Hoje comprei o cruzador de tier 5 e gostei bastante dele, pois suas torres viram de um jeito interessante. Na verdade, os cruzadores alemães estão me interessando já a um tempinho, pois parecem bem divertidos.

Minha frota principal é de navios japoneses, ao qual tive interesse em jogá-los mais pela história do que pela jogabilidade, mas a jogabilidade me agrada também. É zoado chegar no fórum e ver os jogadores mais antigos dizerem que muitos navios foram nerfados (acho que os contratorpedeiros, mas de qualquer forma, eles nunca foram o meu forte). Essa frota eu também ampliei e investi pesado por causa de evento, no caso, o do Bismarck, que quando estava acontecendo, eu tinha apenas dois navios de nível mínimo para jogar (tier 5). Quando digo ampliar, me refiro a deixar todas as classes no  nível 6 pra não ter mais problemas com esses eventos e missões (exceto meus encouraçados, porque não curto muito essa classe e parei no Kongo mesmo). Só que, não adiantou muito porque agora o evento está cobrando navios alemães huehuehue.

Arrisquei entrar na linha francesa, e cheguei até o Émile Bertin. Achei bem divertido jogar com eles porque nos tiers baixos os canhões me agradam (boa distância e torres duplas :x) e são bem velozes (até onde eu joguei né). Único problema é que eles morrem bem fácil, então tem que tomar muito cuidado e ficar manobrando pra evitar os tiros.

 

Bom, talvez a única coisa que eu acho que estou certo, é que os cruzadores japoneses Furutaka, Aoba e Myokou são bons pra incendiar, acho que tem uma taxa de 17% de chance, o que me faz gostar bastante deles, além é claro, dos canhões de 203mm (pro Furutaka, tem que comprar o casco C pra ter esses canhões, só percebi isso depois que cheguei no Aoba kk).

 

Cada nação tem suas características. Talvez "O Melhor" seja aquela que deixe o jogador que está jogando confortável. (uma resposta genérica, mas que acho bacana)

Share this post


Link to post
Share on other sites
132
[BLUE_]
Members
399 posts
14,384 battles

Não existe uma frota de navios melhores. É que nem aquela ilustração que usa para algumas crianças qnd tá ensinando a elas a terem um senso crítico:

Não podemos falar que um macaco é o melhor animal só pq ele escala árvores melhor que todo mundo. Da mesma forma para um peixe só pq nada muito bem. O que eu quero dizer é que tem que jogar os navios dentro de seus pontos fortes (navio X é muito frágil, mas tem bons canhões, logo ele precisa ficar longe da linha de frente - isso não o torna ruim só pq não consegue chegar perto do inimigo. Navio Y tem bom ocultamento, mas tem muitas características ruins, com exceção de algumas características interessantes, esse navio cabe para emboscadas - se ficar detectado toda hora pode ter ctz q tá fazendo algo errado (o exemplo supremo de emboscadas era o Kitakami :fish_haloween:, infelizmente entrei no jogo dps q ele saiu :Smile_sad:) e assim por diante). Logo a linha de navios que vai seguir vai depender do seu estilo de jogo.

Claro que tem exceções individuais. Como o Colorado (BB tier 7 americano) que é MUITO mais lento que o segundo navio mais lento do tier, principalmente quando está manobrando. Ele tá jogável agora depois de vários buffs, a velocidade não será modificada pois é um parâmetro histórico de um navio que existiu. Emerald (CL tier 5 britânico) que toma cidadela até de canhões pequenos até pra DDs, incluindo de munição explosiva. Huang He (CL tier 6 asiático), apenas 6 canhões de 152mm nesse tier não assusta nem pardal. Sampson (DD tier 2 americano) é tão ruim que muita gente esquece dele de propósito devido a inúmeros pontos fracos até mesmo pro tier. Esses são alguns exemplos individuais.

@IbukiBolinho Sobre os BBs. Kawachi e Myogi são muito frustrantes de jogar por causa da dispersão horrível e o segundo piorou pq tem poucos canhões. Eu mesmo quase desisti dos BBs do WoWs quando comecei a jogar por causa destes dois aí. Mas depois que upei o Kongo até o máximo a linha foi maravilhosa daí até o Yamato, com exceção dos navios stock, claro.

Se quiser uma experiência melhor com BBs nos tiers baixos e aprender os básicos deles sem ter tanta frustração recomendo os alemães como o Nassau e o Kaiser (recarga dos canhões rápida para compensar a falta de precisão) e os britânicos - Bellerophon e Orion (por causa da PE que ignora a energia balística dos projéteis e angulação de blindagem, logo sendo desnecessário mirar numa parte específica do navio, com exceção das partes mais blindadas. E no caso delas são muito pedorosas para os britânicos) e ambos são bem protegidos. Os americanos South Carolina e Wyoming são balanceados, mas tomaram powercreep, principalmente dos premiuns.

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
131
[URSAL]
Members
514 posts
10,554 battles

Antes de responder, me diga: qual seu estilo de jogo?

a) prefere jogar mais atrás, no apoio ao time sem procurar se engajar em batalhas muito próximas. Captura de bases então nem pensar.

b) prefere jogar a meia distância, atuando medianamente nas batalhas e dando suporte mais direto a captura de bases.

c) Gosta do "perigo" e de ir pra cima do time adversário, distribuindo porrada em todo mundo que vier pela frente. Se tiver base pra capturar melhor.

Edited by Fabianocc

Share this post


Link to post
Share on other sites
8
[FARCE]
Members
59 posts
2,313 battles

Sim sim, Myogi e Kawachi foram experiências tão ruins que usei Exp livre pra aliviar um pouco o up (pensa num container de 75000 de xp livre gasto com 4 navios... :v valeu a pena). Com esses dois encouraçados, eu chegava numa distância razoável, atirava e as balas normalmente passavam por cima e por baixo do alvo, e dificilmente acertavam. A motivação ficou mais pelo fato de que vi o Kongo em uns vídeos e falavam bem dele (e de certo modo, gostei e joguei bastante até). Me enganei aqui, tenho o Fuso também. Pelo visto, tenho jogado tão pouco de encouraçado que esqueci dele :x

Vou me aventurar nos encouraçados britânicos só até o tier 4, porque se sair uma linha de porta aviões britânicos, não quero ter o trabalho de upar outros navios pra aproveitar depois.

Share this post


Link to post
Share on other sites
149
[MV_BR]
Beta Testers
883 posts
10,853 battles

Eu curto o Myogi.. está até hoje no meu porto. Ele é muito veloz para o seu tier e tem um range que permite atirar em qq outro BB sem que este consiga responder.

 

Já o Kawachi... é,  esse é ruim mesmo.

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Members
107 posts
8,371 battles

Eu acho os grinds americano e alemães pelo menos para os Battleships, os mais equilibrados no geral.

Mas em toda árvore tecnológica existem os navios meio problemáticos:

Entre os battleships britânicos: Bellerophon e Orion, são ótimos, já o Iron Duke é lento feito uma draga, apesar do tiro bom, já o Queen Elizabeth concorre ao pior tier 6 que já joguei;

Entre os alemães só não gostei do Kaiser, estou no Gneisenau e ele está me surpreendendo, estou jogando com ele muito melhor que o Scharnhosrt (navio premium do mesmo tier)

Entre os americanos todos possuem boa precisão e bom poder de fogo, tendo a problemática da velocidade até o Colorado;

Entre os japoneses tem os vesgos Kawachi e Myogi, mas no geral não tive tantos problemas com eles (exceto o Amagi stock caindo contra tier X e o Izumo que é uma churrasqueira flutuante acima do normal)

 

  • Funny 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3
[BRF2]
Members
19 posts
807 battles

Até o momento estou curtindo o koning tier 5 alemao, giro dos canhões, velocidade de cruzeiro, e a quantidade de projetil que é surreal.

todo mundo fala bem do kongo, ralei para pegar e tomei no rabo, horrivel, apesar da distancia gigante dos tiros, a dispersão dos tiros te da um ataque de furia.

Bom, acho que os americanos e alemães são os melhores mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
36
[MV_BR]
[MV_BR]
Members
2,201 posts
5,152 battles

Encoraçado Julio César faz jus seu nome no tier 5 premium com giro rápido da nave e canhões, carregamento rápido e boa velocidade compensar a baixa blindagem. E tiros precisos ajudar aumentar seu índice de cidadela atingidas. Como no vídeo sobre esquadra Italiana que coloquei no fórum. Essas qualidades colocava a Itália como competidora dos Ingleses e Franceses no Mediterrâneo . O Encoraçado Hood tem boas característica que aproxima da qualidade nave Itália, visto que ele incorporou várias inovações da Primeira Guerra, jogadas precisas com mobilidade e com ele. Só não pode ver Bismarck pela frente a 12 km kkkkk, pois que não conhecer história está fadado a repeti-la. 

Edited by RasAlexander

Share this post


Link to post
Share on other sites
3
[BRF2]
Members
19 posts
807 battles
On 11/01/2018 at 9:13 PM, RasAlexander said:

Encoraçado Julio César faz jus seu nome no tier 5 premium com giro rápido da nave e canhões, carregamento rápido e boa velocidade compensar a baixa blindagem. E tiros precisos ajudar aumentar seu índice de cidadela atingidas. Como no vídeo sobre esquadra Italiana que coloquei no fórum. Essas qualidades colocava a Itália como competidora dos Ingleses e Franceses no Mediterrâneo . O Encoraçado Hood tem boas característica que aproxima da qualidade nave Itália, visto que ele incorporou várias inovações da Primeira Guerra, jogadas precisas com mobilidade e com ele. Só não pode ver Bismarck pela frente a 12 km kkkkk, pois que não conhecer história está fadado a repeti-la. 

Eu comprei esse navio a pouco tempo, e cara, é surreal, o Julio tem uma ótima mobilidade e giro dos canhões, otima taxa de tiros e de dispersão, apesar da distancia de 16km nos tiros, quem cruzar o seu caminho será castigado.

O mias interessante desse navio é os tiros da AA, senti muito preciso e fortes (já cheguei a abater uma esquadrilha de  torpedeiro que estava no meu perímetro)

Em contra partida, falaram tão bem do kongo, que me decepcionei, acho que botei muita expectativa no navio pelos comentários por ae, porque cara, não adianta ter uma distancia gigantesca nos tiros e não consegue acertar, e olha que minha taxa de acerto com outros navios é muito grande. Eu ainda não devo ter me adaptado a canhões de 21km, porém irei jogar mais com ele e ver o que acontece.

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
132
[BLUE_]
Members
399 posts
14,384 battles
4 hours ago, Canismajores said:

Eu comprei esse navio a pouco tempo, e cara, é surreal, o Julio tem uma ótima mobilidade e giro dos canhões, otima taxa de tiros e de dispersão, apesar da distancia de 16km nos tiros, quem cruzar o seu caminho será castigado.

O mias interessante desse navio é os tiros da AA, senti muito preciso e fortes (já cheguei a abater uma esquadrilha de  torpedeiro que estava no meu perímetro)

Em contra partida, falaram tão bem do kongo, que me decepcionei, acho que botei muita expectativa no navio pelos comentários por ae, porque cara, não adianta ter uma distancia gigantesca nos tiros e não consegue acertar, e olha que minha taxa de acerto com outros navios é muito grande. Eu ainda não devo ter me adaptado a canhões de 21km, porém irei jogar mais com ele e ver o que acontece.

Só pq o Kongo tem alcance de 21km de alcance nos canhões não quer dizer q vc tem q ficar a 21km de distância do alvo (e PORFAVOR! não me diga q está usando o aviãozinho apenas para ficar ainda mais longe do inimigo!). A distância ideal de combate do Kongo é entre 8 e 15km de distância. Quer dizer q se o ser Giulio Cesare tivesse 21km de alcance seu navio ficaria a essa distância do inimigo? Não! BBs tem q ficar mais próximos para tancar para o time e não exageradamente perto para virar alvo prioritário e tomar torpedo. Pois cruzadores e destróiers não aguentam nem um peteleco nesses tiers.

Por favor, no futuro não se torne aquele jogador de Yamato que usa modificação de alcance e aviãozinho só para atirar a 35km de alcance... a longas distâncias o alvo tem muito tempo para desviar, qualquer mudança na mira já erra a salva inteira e o RNG tem um fator tão alto que mesmo q acerte vai ser uma bala ou duas q ainda tem chance de não penetrar ou ricochetear

Share this post


Link to post
Share on other sites
0
[FRAS]
[FRAS]
Members
4 posts
3,426 battles

Desde que comecei a jogar, optei pelos navios da Kriegsmarine, e não me arrependo, hj tenho TierVIII Bismarck, ainda aprendendo a jogar com ele, e de fato,

ficar longe tentando ser um "sniper" não rola..., qualquer alteração na posição do alvo, e tchau salvo disparado...., melhor distâncias medianas, e dar suporte ao time.

Gneisenau, me ajudou bastante a entender melhor sobre dispersão dos disparos(rsrsrsrsrs)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Supertester
418 posts
6,137 battles

Em minha recomendação pessoal:

DDs: Tudo menos os japoneses. Americanos e alemães são mais balanceados entre canhões e torpedos, e os russos são focados nos canhões, enquanto que a Pan-Asia é meio sem graça apesar de ter bons navios, pois nos tiers finais você tem versões diferentes dos mesmos DDs americanos. As quatro nações são boas, com focos ligeiramente diferentes dependendo do tier (Os americanos tem um estilo de jogo mais próximo dos russos até o tier 7, quando começam a ter mais alcance nos torpedos, algo que os alemães e a pan-asia possuem desde o início das linhas). Mas especialmente os alemães, são bem variados e divertidos (nos primeiros tiers você pode lançar torpedos quase diretamente a frente do seu navio, no tier 6 você ganha acesso ao sonar, no mesmo tier e no tier 8 você pode utilizar canhões de 150mm que são ótimos contra cruzadores e BBs mas menos efetivos contra DDs, e nos tiers 9 e 10 os torpedos ganham uma recarga incrível que lhe permite lançar uma salva assim que a outra chega no alcance máximo), eu acabei parando meu grind para conseguir o Gearing e fui atrás do Z-52, que consegui essa semana e achei um ótimo navio.

BBs: Todas as linhas de BBs são boas, e a preferência varia muito do seu estilo de jogo. Os japoneses tem um começo difícil entre o Kawachi e o Myogi, mas do Kongo para cima são só boas notícias (o Izumo é mal falado, mas eu achei um dos melhores da linha quando joguei, atrás apenas do Nagato, do Fuso e do Yamato em minha humilde opinião), e são mais úteis à distâncias médias (10-15km). Os britânicos são meio sem graça para mim, sendo mais focados no uso da munição explosiva contra outros BBs, que requer menos habilidade do jogador em relação à penetrante, cujas mecânicas são mais complexas e interessantes, mas talvez possa ser considerada uma boa linha para iniciantes, mas cujas características são aprendizados pouco úteis para qualquer outra linha de BBs. Os americanos são lentos, tipo muito lentos, por muitos tiers, e depois ficam rápidos no fim da linha (tiers 8 à 10), então é uma simples questão de saber se você aguenta ir a 20 nós do tier 3 ao 7, mas se conseguir, será bem recompensado até o fim da linha com canhões precisos e bem poderosos. Os alemães são, novamente, meus favoritos, com um estilo de jogo focado no combate próximo e lhe dando armamentos secundários de qualidade, tanto canhões como torpedos (no tier 7), e boa armadura de ponta a ponta; mas a desvantagem é que a bateria principal é bem imprecisa, o que te força a estar em combate próximo sempre que possível; nos tiers mais altos você também recebe o sonar, que é ótimo para se proteger de torpedos ou ver navios escondidos atrás de ilhas ou nuvens de fumaça.

Cruzadores: São bem variados, com os franceses e os japoneses sendo focados em longas distâncias e manobras de flanqueamento, os alemães possuindo uma ótima penetração na munição explosiva e um ótimo dano na penetrante, os britânicos com um combate mais passivo focado no uso de nuvens de fumaça, os russos com radares de longo alcance e curta duração e canhões que acertam os alvos com grande velocidade, e os americanos com radares de longa duração e canhões ideais para atirar por cima de ilhas. Todos tem vantagens e desvantagens, mas para uma primeira linha, eu recomendaria os britânicos ou os franceses. Os britânicos, pois suas nuvens de fumaça lhes permitem saírem vivos de situações em que outros cruzadores não sairiam, e os franceses, pois seus canhões são bem eficazes e sua armadura é bem funcional quando utilizada corretamente tornando-os ótimos navios para ensinarem o básico sobre os cruzadores sem ser excessivamente punido por erros. As outras linhas todas têm alguns navios no meio que são mais difíceis de utilizar (Omaha, Pensacola, Nurnberg, Yorck, Hipper, Schors, Aoba, Mogami, ibuki), apesar de terem alguns dos melhores navios do jogo também (Cleveland, Des Moines, Roon, Hindenburg, Budyonny, Chapayev, Donskoi, Moskva, Furutaka, Myoko, Zao). Apesar de só ter chegado ao fim da linha de cruzadores britânicos, a dos franceses é a mais mais recomendada por mim, pois todos os navios ruins da linha estão nos tiers mais baixos (tiers 3, 4 e 5), enquanto os melhores estão no meio e no fim (literalmente todos do tier 6 ao 10), então é a mais amigável ao jogador em minha opinião. Mas se quiser uma linha com radar, os russos são mais fáceis do que os americanos de se jogar no geral.

CVs: Americanos para treinamento, japoneses para resultados. Apesar das mudanças recentes, os CVs japoneses ainda são melhores que os americanos, mas somente se você souber usar bem os ataques manuais, e isso requer treinamento. A organização mais simples dos esquadrões americanos os torna perfeitos para aprender tais ataques. Mas, apesar do Midway ter sido bem melhorado e se tornado um CV poderoso, o resto da linha americana do tier 5 ao 9 é bem inferior aos japoneses, apesar de ser mais fácil de se utilizar. E o Ranger se tornou especialmente fraco contra o Hiryu, Saipan, e Kaga, então aprenda o que tiver de aprender no Independence, e depois vire a casaca.

Creio que eu disse tudo o que tinha para dizer. As opiniões e gostos podem variar, mas esses são os entendimentos meus que posso compartilhar.

  • Cool 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3
[BRF2]
Members
19 posts
807 battles
6 hours ago, Cpt_JM_Nascimento said:

Só pq o Kongo tem alcance de 21km de alcance nos canhões não quer dizer q vc tem q ficar a 21km de distância do alvo (e PORFAVOR! não me diga q está usando o aviãozinho apenas para ficar ainda mais longe do inimigo!). A distância ideal de combate do Kongo é entre 8 e 15km de distância. Quer dizer q se o ser Giulio Cesare tivesse 21km de alcance seu navio ficaria a essa distância do inimigo? Não! BBs tem q ficar mais próximos para tancar para o time e não exageradamente perto para virar alvo prioritário e tomar torpedo. Pois cruzadores e destróiers não aguentam nem um peteleco nesses tiers.

Por favor, no futuro não se torne aquele jogador de Yamato que usa modificação de alcance e aviãozinho só para atirar a 35km de alcance... a longas distâncias o alvo tem muito tempo para desviar, qualquer mudança na mira já erra a salva inteira e o RNG tem um fator tão alto que mesmo q acerte vai ser uma bala ou duas q ainda tem chance de não penetrar ou ricochetear

Eu percebi que ao jogar de kongo e se tentar acertar os inimigo a 19 a 21km  a chance de acerto era minima, a não ser que o cara fosse um cone, e usar aviãozinho eu não curti, no começo achei que era bom, mas depois vi o tanto que é dificil acertar alguem a longa distancia e fora que na minha opinião atrapalha ao atirar tiros de curta distancia (8 a 12), mas no geral só uso avião quando um Cv é espotado, pois geralmente eles estão parados ou em pouca velocidade, ae da para tentar acerta-los. Mas pessoalmente eu prefiro os caça para proteger o navio do que o avião de longa distancia, pena que o kongo não tem.

E geralmente quando eu jogo de encouraçado eu foco outros encouraçados, e querendo ou não eu já faço linha de frente mesmo sem querer, pois a maioria dos meus encouraçados tem alcance de 16,5 km, deve ser por isso que não me acostumei com o kongo, tive a percepção que as balas sobe demais mesmo a distancia ideial de 16km.

Share this post


Link to post
Share on other sites
131
[URSAL]
Members
514 posts
10,554 battles
6 hours ago, Canismajores said:

Eu percebi que ao jogar de kongo e se tentar acertar os inimigo a 19 a 21km  a chance de acerto era minima, a não ser que o cara fosse um cone, e usar aviãozinho eu não curti, no começo achei que era bom, mas depois vi o tanto que é dificil acertar alguem a longa distancia e fora que na minha opinião atrapalha ao atirar tiros de curta distancia (8 a 12), mas no geral só uso avião quando um Cv é espotado, pois geralmente eles estão parados ou em pouca velocidade, ae da para tentar acerta-los. Mas pessoalmente eu prefiro os caça para proteger o navio do que o avião de longa distancia, pena que o kongo não tem.

E geralmente quando eu jogo de encouraçado eu foco outros encouraçados, e querendo ou não eu já faço linha de frente mesmo sem querer, pois a maioria dos meus encouraçados tem alcance de 16,5 km, deve ser por isso que não me acostumei com o kongo, tive a percepção que as balas sobe demais mesmo a distancia ideial de 16km.

Acerto Citatel a 19, 21 km costumeiramente tanto com Congo quanto com outros Battleships. Já mandei muitos cruzadores pra o fundo num Block Shot nessa distância. É só questão de mira e seguir a trajetória do navio oponente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
0
[FRAS]
[FRAS]
Members
4 posts
3,426 battles

Acredito que neste enfoque das Citadelas, "a prática leva a perfeição", de fato há a necessidade de compreender a mecânica do jogo para maior efetividade nos disparos...,( Eu mesmo estou em aprendizagem...), um dica importante é verificar a trajetória do oponente, respeitando o alcance da bateria do seu navio..., nem no limite, nem muito próximo...

Share this post


Link to post
Share on other sites
3
[BRF2]
Members
19 posts
807 battles
Quote

 

Em minha recomendação pessoal:

DDs: Tudo menos os japoneses. Americanos e alemães são mais balanceados entre canhões e torpedos, e os russos são focados nos canhões, enquanto que a Pan-Asia é meio sem graça apesar de ter bons navios, pois nos tiers finais você tem versões diferentes dos mesmos DDs americanos. As quatro nações são boas, com focos ligeiramente diferentes dependendo do tier (Os americanos tem um estilo de jogo mais próximo dos russos até o tier 7, quando começam a ter mais alcance nos torpedos, algo que os alemães e a pan-asia possuem desde o início das linhas). Mas especialmente os alemães, são bem variados e divertidos (nos primeiros tiers você pode lançar torpedos quase diretamente a frente do seu navio, no tier 6 você ganha acesso ao sonar, no mesmo tier e no tier 8 você pode utilizar canhões de 150mm que são ótimos contra cruzadores e BBs mas menos efetivos contra DDs, e nos tiers 9 e 10 os torpedos ganham uma recarga incrível que lhe permite lançar uma salva assim que a outra chega no alcance máximo), eu acabei parando meu grind para conseguir o Gearing e fui atrás do Z-52, que consegui essa semana e achei um ótimo navio.

 

Certa vez me disseram que os japoneses são melhores para ataque furtivos (somente com torpedos), pois a seu ocultamento está entre os melhores dos jogos (podendo chegar a 5,8 de distancia sem ser dectado) e o dano do torpedos também, além de que, o alcance dos torpedos é grande desde o inicio  (8km) e vai aumentado por tier (tier 6 já tem 10km).

E esses dias eu descobri que tem tipo uma subclasse nos contratorpedeiros,  é tipo um hibrido dos dds com cruzers, que são especificamente muito bons para jogar contra os contratorpedeiros devido a quantidade de canhões e o dps dos mesmos, são otimos para se evadir de torpedos, mas pelos relatos somente os americanos tem esse tipo de sublcasse. Posso até estar falando besteira, mas ao jogar de DD, eu fico facilmente vulnerável a navios de dps altos quando sou dectado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Supertester
418 posts
6,137 battles
1 hour ago, Canismajores said:

Certa vez me disseram que os japoneses são melhores para ataque furtivos (somente com torpedos), pois a seu ocultamento está entre os melhores dos jogos (podendo chegar a 5,8 de distancia sem ser dectado) e o dano do torpedos também, além de que, o alcance dos torpedos é grande desde o inicio  (8km) e vai aumentado por tier (tier 6 já tem 10km).

E esses dias eu descobri que tem tipo uma subclasse nos contratorpedeiros,  é tipo um hibrido dos dds com cruzers, que são especificamente muito bons para jogar contra os contratorpedeiros devido a quantidade de canhões e o dps dos mesmos, são otimos para se evadir de torpedos, mas pelos relatos somente os americanos tem esse tipo de sublcasse. Posso até estar falando besteira, mas ao jogar de DD, eu fico facilmente vulnerável a navios de dps altos quando sou dectado.

No papel os japoneses parecem ser os melhores para ataques furtivos com torpedos, mas na realidade eles são obsoletos atualmente. O dano de seus torpedos é o mais alto, e no geral eles tem os torpedos mais rápidos, mas o custo foi a alta detecção dos torpedos (ou seja, o ponto em que eles são detectados por um navio inimigo caso não tenham sido detectados no caminho até o alvo). Existe uma fórmula que relaciona a velocidade dos torpedos com a detecção deles para determinar o tempo de reação que o alvo tem após detectar o torpedo (se quiser, depois posso tentar achar a tabela com esses valores e te mandar por PM), e alguns torpedos japoneses tem um tempo de reação do alvo muito mais alto do que o de outros torpedos de outras nações (por exemplo: os torpedos padrões do Shimakaze, que são um dos mais fáceis de se detectar, tornando totalmente irrelevante o fato de terem 20km de alcance, e forçando a maioria dos jogadores a trocarem eles pelos torpedos de 12km para serem mais efetivos). E os japoneses não são a única nação com grande alcance nos torpedos desde o início, competindo com os alemães e a Pan-Asia, ambas nações com torpedos com características diferentes (os alemães causam menos dano, mas tem boa recarga, velocidade, e detecção, e a Pan-Asia tem torpedos com bom dano e um tempo de reação muito pequeno, mas ao custo de não poderem atingir outros contratorpedeiros), e ambas nações capazes de derrotarem os japoneses em combate com canhões.

A detecção dos navios japoneses também não é tão incrível como dizem. Em seu ápice, chega a 5,4km (no Kagero/Harekaze, e creio que no Minekaze/Kamikaze), mas no tier 10 só chega a 5,8km, que é a mesma detecção dos americanos do tier 8 ao 10 (lembrando que os americanos podem destruir os japoneses com grande facilidade graças aos seus canhões rápidos, então mesmo o Benson não tem muito o que temer ao enfrentar o Shimakaze). O Grozovoi e o Z-52 têm uma detecção pior de 6km e 6,1km, respectivamente, mas essa diferença não é grande o bastante para evitar que ambos detectem o Shimakaze quando este tem de ir direto para eles para tentar capturar um ponto, e pior ainda, o Z-52 pode usar o sonar para detectar qualquer navio a 5,9km de distância, mesmo estando atrás de uma ilha ou dentro de uma nuvem de fumaça. E tanto o Z-52 quanto o Grozovoi têm canhões bons o bastante para superar sem dificuldades o Shimakaze.

Existem três tipos de contratorpedeiros no jogo: os torpedeiros (representados pela linha principal e grande parte da linha secundária dos japoneses) que são muito mais dependentes dos torpedos para poderem causar algum impacto no resultado de uma batalha e não podem confiar em seus canhões para vencer um x1 contra os outros dois tipos de contratorpedeiros; os canhoneiros ou gunboats (representados pela linha principal de contratorpedeiros russos e pelo contratorpedeiro japonês Akizuki) que são mais dependentes de seus canhões para causar dano, mas cujos torpedos são menos úteis e tratados mais como uma ferramenta adicional para situações mais desesperadas; e os híbridos (representados pelos americanos a partir do tier 7, pela linha secundária dos russos, pelos alemães e pela Pan-Asia), que precisam combinar o uso de canhões e torpedos para tirar o máximo de proveito dos armamentos do navio.

Ocorre que os híbridos são maioria, e todos têm alguma vantagem em seus torpedos em relação ao Shimakaze, quer seja a recarga insanamente rápida de 1 minuto do Z-52. quer seja a furtividade incrível da Pan-Asia, ou o bom balanceamento geral dos torpedos do Gearing. A verdade é que o impacto do Shimakaze é bem inferior ao de qualquer outra linha de contratorpedeiros, e mais dependente de sorte do que de habilidade na maior parte do tempo, e tudo por causa dos canhões vastamente inferiores ao de qualquer outra linha de contratorpedeiros.

Eu mesmo observo a composição de cada time quando jogo, e já me preocupo quando vejo que meu time tem mais contratorpedeiros japoneses do que o time inimigo, ou que o contratorpedeiro japonês inimigo é o Akizuki, o único que quebra a maldição dos japoneses e consegue ser um bom navio com grande impacto, e o do meu time é o Shimakaze. E achei ridículo quando a WG colocou o Shimakaze como única opção no início das batalhas de clãs, cheguei até a perguntar por que escolheram o Shima, e basicamente o que me responderam é que era um navio popular (tipo, é claro que é popular, está no jogo praticamente desde o início, isso não o torna um bom navio), sem nenhuma consideração para o fato de que quem tinha que usar essa versão alugada do navio nas batalhas de clãs era forçado a ter uma detecção ainda pior de 6km, o que literalmente o tornava pior do que todos os híbridos exceto o Z-52 em detecção, com os piores canhões de um contratorpedeiro no tier 10, enfrentando 4 ou 5 cruzadores com sonar e em alguns casos até um encouraçado e um contratorpedeiro com sonar e tendo que depender inteiramente dos torpedos. Preciso dizer que foi uma ideia estúpida?

Share this post


Link to post
Share on other sites
131
[URSAL]
Members
514 posts
10,554 battles
1 hour ago, Captain_Benevolent_Fair said:

No papel os japoneses parecem ser os melhores para ataques furtivos com torpedos, mas na realidade eles são obsoletos atualmente. O dano de seus torpedos é o mais alto, e no geral eles tem os torpedos mais rápidos, mas o custo foi a alta detecção dos torpedos (ou seja, o ponto em que eles são detectados por um navio inimigo caso não tenham sido detectados no caminho até o alvo). Existe uma fórmula que relaciona a velocidade dos torpedos com a detecção deles para determinar o tempo de reação que o alvo tem após detectar o torpedo (se quiser, depois posso tentar achar a tabela com esses valores e te mandar por PM), e alguns torpedos japoneses tem um tempo de reação do alvo muito mais alto do que o de outros torpedos de outras nações (por exemplo: os torpedos padrões do Shimakaze, que são um dos mais fáceis de se detectar, tornando totalmente irrelevante o fato de terem 20km de alcance, e forçando a maioria dos jogadores a trocarem eles pelos torpedos de 12km para serem mais efetivos). E os japoneses não são a única nação com grande alcance nos torpedos desde o início, competindo com os alemães e a Pan-Asia, ambas nações com torpedos com características diferentes (os alemães causam menos dano, mas tem boa recarga, velocidade, e detecção, e a Pan-Asia tem torpedos com bom dano e um tempo de reação muito pequeno, mas ao custo de não poderem atingir outros contratorpedeiros), e ambas nações capazes de derrotarem os japoneses em combate com canhões.

A detecção dos navios japoneses também não é tão incrível como dizem. Em seu ápice, chega a 5,4km (no Kagero/Harekaze, e creio que no Minekaze/Kamikaze), mas no tier 10 só chega a 5,8km, que é a mesma detecção dos americanos do tier 8 ao 10 (lembrando que os americanos podem destruir os japoneses com grande facilidade graças aos seus canhões rápidos, então mesmo o Benson não tem muito o que temer ao enfrentar o Shimakaze). O Grozovoi e o Z-52 têm uma detecção pior de 6km e 6,1km, respectivamente, mas essa diferença não é grande o bastante para evitar que ambos detectem o Shimakaze quando este tem de ir direto para eles para tentar capturar um ponto, e pior ainda, o Z-52 pode usar o sonar para detectar qualquer navio a 5,9km de distância, mesmo estando atrás de uma ilha ou dentro de uma nuvem de fumaça. E tanto o Z-52 quanto o Grozovoi têm canhões bons o bastante para superar sem dificuldades o Shimakaze.

Existem três tipos de contratorpedeiros no jogo: os torpedeiros (representados pela linha principal e grande parte da linha secundária dos japoneses) que são muito mais dependentes dos torpedos para poderem causar algum impacto no resultado de uma batalha e não podem confiar em seus canhões para vencer um x1 contra os outros dois tipos de contratorpedeiros; os canhoneiros ou gunboats (representados pela linha principal de contratorpedeiros russos e pelo contratorpedeiro japonês Akizuki) que são mais dependentes de seus canhões para causar dano, mas cujos torpedos são menos úteis e tratados mais como uma ferramenta adicional para situações mais desesperadas; e os híbridos (representados pelos americanos a partir do tier 7, pela linha secundária dos russos, pelos alemães e pela Pan-Asia), que precisam combinar o uso de canhões e torpedos para tirar o máximo de proveito dos armamentos do navio.

Ocorre que os híbridos são maioria, e todos têm alguma vantagem em seus torpedos em relação ao Shimakaze, quer seja a recarga insanamente rápida de 1 minuto do Z-52. quer seja a furtividade incrível da Pan-Asia, ou o bom balanceamento geral dos torpedos do Gearing. A verdade é que o impacto do Shimakaze é bem inferior ao de qualquer outra linha de contratorpedeiros, e mais dependente de sorte do que de habilidade na maior parte do tempo, e tudo por causa dos canhões vastamente inferiores ao de qualquer outra linha de contratorpedeiros.

Eu mesmo observo a composição de cada time quando jogo, e já me preocupo quando vejo que meu time tem mais contratorpedeiros japoneses do que o time inimigo, ou que o contratorpedeiro japonês inimigo é o Akizuki, o único que quebra a maldição dos japoneses e consegue ser um bom navio com grande impacto, e o do meu time é o Shimakaze. E achei ridículo quando a WG colocou o Shimakaze como única opção no início das batalhas de clãs, cheguei até a perguntar por que escolheram o Shima, e basicamente o que me responderam é que era um navio popular (tipo, é claro que é popular, está no jogo praticamente desde o início, isso não o torna um bom navio), sem nenhuma consideração para o fato de que quem tinha que usar essa versão alugada do navio nas batalhas de clãs era forçado a ter uma detecção ainda pior de 6km, o que literalmente o tornava pior do que todos os híbridos exceto o Z-52 em detecção, com os piores canhões de um contratorpedeiro no tier 10, enfrentando 4 ou 5 cruzadores com sonar e em alguns casos até um encouraçado e um contratorpedeiro com sonar e tendo que depender inteiramente dos torpedos. Preciso dizer que foi uma ideia estúpida?

:Smile_great: Ótimo.

Mas quanto a batalha de Clãs tenho uma ressalva: a primeira batalha do meu Clã foi contra um time que veio EXCLUSIVAMENTE de Shimakaze (eram 7 Shimas, 105 torpedos). Eles lotaram o terreno de torpedos, dizimando nossos navios maiores.

E ocultamento o menor do jogo é do Umikaze, com 4.9 km.

Share this post


Link to post
Share on other sites
132
[BLUE_]
Members
399 posts
14,384 battles

Detecção do classe Minekaze = 5,4km Kagero = 5,4km Yugumo = 5,5km Shiratsuyu = 5,8km Akatsuki = 6,4km são os que eu lembro de cabeça com ocultamento no máx. Ás vezes é suficiente para evitar ser detectado, outras não, com exceção do Akatsuki. Shima tem q lidar com outros DDs com a ameaça de torpedos e a velocidade. Claro que isso não muda o fato que os desenvolvedores aproveitaram para fazer bosta com os torpedos japoneses dps q adicionaram a segunda linha. Furutaka e Aoba tem torpedos melhores que os DDs da mesma nação no mesmo tier para ter ideia. Só não os acerta com tanta frequência pq são cruzadores e não tem o elemento surpresa

Share this post


Link to post
Share on other sites
Supertester
418 posts
6,137 battles
1 hour ago, Fabianocc said:

:Smile_great: Ótimo.

Mas quanto a batalha de Clãs tenho uma ressalva: a primeira batalha do meu Clã foi contra um time que veio EXCLUSIVAMENTE de Shimakaze (eram 7 Shimas, 105 torpedos). Eles lotaram o terreno de torpedos, dizimando nossos navios maiores.

E ocultamento o menor do jogo é do Umikaze, com 4.9 km.

Eu ouvi as histórias dos Sete Shimas. Nunca tive a oportunidade de enfrentar tal desafio (o que é de se esperar quando só se joga 7 batalhas de clãs durante toda a temporada). Creio que no WoWs tudo em excesso pode fazer bem para alguém. Eu também imagino como seria um time de 7 Khabas.

Quanto ao ocultamento, eu deixei de fora os tiers mais baixos por duas razões: 1)Eu não tenho uma memória tão boa. 2)O ocultamento nos tiers baixos sempre me pareceu meio irrelevante, devido a imprecisão dos BBs nesses tiers junto a sua falta de entendimento sobre manobras evasivas, que os torna alvos fáceis tanto para DDs suicidas como o Derzki quanto para DDs furtivos com torpedos de longo alcance como o Umikaze.

Se bem que... algumas coisas não mudam dos tiers mais baixos para os mais altos...

Share this post


Link to post
Share on other sites
131
[URSAL]
Members
514 posts
10,554 battles
11 hours ago, Captain_Benevolent_Fair said:

Eu ouvi as histórias dos Sete Shimas. Nunca tive a oportunidade de enfrentar tal desafio (o que é de se esperar quando só se joga 7 batalhas de clãs durante toda a temporada). Creio que no WoWs tudo em excesso pode fazer bem para alguém. Eu também imagino como seria um time de 7 Khabas.

Colega... Foi sinistro... Pra nosso lado... :cap_rambo:

  • Funny 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
149
[MV_BR]
Beta Testers
883 posts
10,853 battles
On 17/01/2018 at 1:45 PM, Fabianocc said:

E ocultamento o menor do jogo é do Umikaze, com 4.9 km.

Meu Tachibana com 4.7 km discorda :Smile_glasses: 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×