Jump to content

IbukiBolinho

Members
  • Content count

    36
  • Joined

  • Last visited

  • Battles

    1844

Community Reputation

4 Neutral

About IbukiBolinho

Recent Profile Visitors

279 profile views
  1. Sem Premium não da

    Wou! Meu erro foi não ter administrado dieito meus capitães, tanto que o meu capitão de maior nível tem uns 11 pontos de habilidade :s _____________________________________________________________ Então cara, voltei aqui pra postar dois prints de hoje e um de algum tempo atrás pra mostrar que meu método de fazer pelo menos 50 mil de dano funciona: Note que apesar de ter vencido a partida, recebi uns 84 mil créditos, que nesse tier é praticamente tudo gasto com os custos do navio, mas pelo menos não fiquei negativo. Eu poderia ter recebido muito mais se tivesse jogado mais agressivamente e cuidadosamente, mas consegui pelo menos uns 49 mil de dano, perto da meta por partida e deu pra arcar com os custos Agora veja este outro print: Tive um lucro legal até, mas para isso, tive de fazer uns 111 mil de dano. Quando há bônus de primeira vitória, dá até pra aumentar um pouco mais. Concluindo: Se quer muitos créditos e xp, precisa causar dano durante a partida. Como o Xavier apontou em seus prints, seu dano causado não tem sido muito alto para justificar um bom "pagamento".
  2. Sem Premium não da

    Hm, Tier X e IX são realmente perigosos para a carteira do jogo. Ao começar a ler o post, achei que tratava-se de créditos negativos. Entretanto, tiers VII e VIII são meus limites como jogador free, de fato :v Meus problema e uma tentativa de solução: Apesar de ter pegado um certo trauma dos créditos do tier VIII quando joguei pela primeira vez com o Bismarck que ganhei no evento do ano passado, continuei jogando em meu Aoba, depois Myoko (com muito medo das "contas" no final da partida) e agora no Mogami, firme e forte para o Ibuki (para honrar meu nickname :v). De fato, normalmente o que sobre de créditos quando jogo com o Mogami fica em torno de 30 mil ~ 40 mil créditos, mas só de não ficar negativo já considero lucro. Desde o Bismarck, estabeleci uma meta mínima de desempenho durante as batalhas para ganhar créditos o bastante para bancar o navio, que fica em torno de 50 mil de dano por partida nos tiers VI e VII (é, para quem joga bem é bem pouco, mas é o que minhas habilidades dão conta de fazer :x). Nem sempre consigo, com certas vezes pegando uns 30 mil de dano e recebendo poucos créditos e xp por isso. Bom, aparentemente deu certo, pois meus cruzadores favoritos atualmente são o Myoko e o Mogami. Planejamento Econômico: Além disso, desde muito tempo atrás, fiz planos de economia no jogo. Tenho cerca de 29 milhões de créditos acumulados sendo metade deles reservados para aquisição de novos meios de superfície (na verdade eu prefiro deixar sempre 20 milhões guardados) com o resto guardado para atualizações de navios e compra de módulos, com um limite mínimo do mínimo de 10 milhões de créditos, ou seja, ao comprar navios e novos módulos, ainda assim devo ficar acima disso. Por que? Para o caso de não conseguir bancar o preço de uma partida ou quando houver um evento e precisar comprar novos navios e módulos, sendo uma estratégia interessante que me ajudou em eventos que exigiam navios de países que eu não tinha o tier requerido. Sempre que junto os 2000 xp diários, pego os containers de créditos, ganhando pelo menos 50 mil de créditos (houve vezes que peguei 150 mil num só container, o que é bem bacana) e até mesmo vagas de navios (acho que pelo menos 6 vagas eu consegui assim), o que ajuda muito pois consigo navios novos e de nações que jogo menos, frequentando mais os tiers 5 e 6, que são bem econômicos e tranquilos de jogar (há divergências, há quem não gosta do tier 5). [Editado]: Para os tiers VIII, a meta dos 50 mil de dano por partida eu elevo para pelo menos 75 mil de dano. Atual condição e minhas futuras aquisições: Longe de gostar dessa proibição econômica para os tiers X e IX, mas se não me engano os jogadores mais antigos disseram certa vez que antes era pior. Mas então, ainda não tenho um tier IX ou X, mas acredito que com essas estratégias que citei, acho que poderei jogar no máximo do máximo no tier IX, tomando um pouco de prejuízo e precisando jogar também nos tiers um pouco menores para juntar créditos. A coisa é que quanto melhor o desempenho na partida (entende-se, mais dano), melhor serão os xps e créditos recebidos, então estabelecer uma meta mínima acabou que consequentemente eu acabo tentando melhorar meu desempenho durante as partidas, colaborando um pouco mais para a equipe e me divertindo mais. Não é sempre que consigo, mas faz parte :v O limite de tier para mim será com a classe e nação de navios que sei jogar, sendo o VII~VIII com cruzadores e porta aviões, VIII para encouraçados e VI para contratorpedeiros (não sei jogar com eles :v). Extras: Tenho dois navios premium apenas, mas estou com eles a pouco tempo, sendo o HSF Graf Spee e o Aigle, mas essa minha estratégia tem dado totalmente certo até antes de ter esses navios. Com a meta do desempenho mínimo, mesmo com um tier VII (Myoko) consegui acumular bastante créditos com ele e me divertir bastante. Por vezes, há desafios e eventos que nos premiam com créditos, algo em torno de "receba 250 mil créditos e ganhe mais 100 mil", que também é um ótimo acréscimo. É isso. Não sei se ajudei, só queria compartilhar meu jeito de fazer as coisas como um jogador free e que também não joga super bem.
  3. Um pouco de tudo. Uma das mecânicas desse jogo é a de ocultamento do navio. Todos os navios possuem um alcance mínimo para serem detectados que pode ser conferido nas estatísticas do navio no porto (ou procurando na internet). Ao atirar com seus canhões, seu alcance de detecção aumenta momentaneamente. O ocultamento pode ser diminuído através de camuflagens ou habilidades do capitão. Sobre as camuflagens, dá pra ganhar nos conteiners, missões e eventos. Navios também ficam invisíveis dentro da fumaça ou atrás de montanhas, mas há algumas contra-medidas como Sonar (Hidroacústica) e radares (estes para tiers mais altos).
  4. Preços altos da Loja

    Realmente, lembro-me de ter pago uns R$54,00 no meu HSF Graf Spee. Talvez o objetivo de diminuir o preço para aumentar as vendas não tenha sido alcançado e então voltaram ao que era antes.
  5. Batalhas Espaciais

    Muito bom pra pegar EXP Elite, mas tenho jogado pouco por causa de algumas missões (como do comandante gato e a bandeira franesa) que não dá pra serem concluídas nesse modo. Os navios também são muito bons e o tier VII faz com que sejam economicamente viáveis para mim.
  6. Comprar navios ...

    Primeiramente, não fala da Thea assim não (zoas :v, danem-se os otacos). Só por curiosidade, o que te motivou a compra desse navio para se surpreender tanto ao ver que não era bem o que esperava? Eu pessoalmente gostei do navio, acho-o divertido. A hidro já me salvou várias vezes, juntamente com o caça, assim meio que consigo um equilíbrio em não ser torpedado de surpresa e ter uma proteção aérea mínima. Tá certo que os canhões não são aquela coisa, mas né, faz parte :v Acho que uma das características que mais achei legal foi a skin, com algo que lembra a bandeira do império alemão na proa e as famosas listras preto e branco da kriegsmarine (é, acho que levo o fator estética longe demais...).
  7. Er, acho que é inegável que a resposta que o cara te deu ("injusto é esta forma como você está pensando") foi meio que desnecessariamente grossa. (Só queria comentar isso mesmo :v)
  8. Quanto mais ou menos ganha-se de xp por spot (só curiosidade mesmo, gosto desses números)? Se alguém souber também a quantidade por captura de área, seria interessante me dizer, só pra ter uma noção mais ou menos. Outra coisa, um spot por avião em um CV 'vale menos' que um spot feito por um DD? Mas naquele contexto, o cara não queria spotar porque a equipe não ia dar apoio, por isso achei o que cara falou muita ignorância, é o que você disse à respeito do "problema de teamplay".
  9. Primeiramente, Encouraçados tem mais é que se ferrar. "Segundamente", huehuehuehue, coenscidentemente isso aconteceu na primeira partida que joguei hoje: "if you dont want to spot, dont play DD", nossa, achei essa parte muito ignorante. E de certo modo, para esse DD em específico, realmente, só tinha eu indo para dar suporte. Por sorte não havia ninguém na área de captura e a equipe se posicionou de uma maneira que não ferrasse tanto os contratorpedeiros (por sorte). Acho que, sobre os contratorpedeiros, ficarei só no Fubuki mesmo :v
  10. porta avião japones

    Queria aproveitar o tópico pra perguntar que tipo de estratégia vocês usam nesses NAe's japoneses, porque lidar com os caças americanos é um saco, mesmo com strafe. Digo, ao começar o jogo, pra onde mandam os aviões? Se os de ataque ficam encostados em um canto esperando ver um alvo fácil e desprotegido, pra que lado navegam, etc. E qual a "pegada" pra streifar uma esquadrilha americana? Porque sempre que faço isso não chego a derrubar todos os caças, coisa que quando estou do lado americano, nem preciso de muito esforço pra destruir um esquadrão japonês (não tô falando que faço certo, é justamente o contrário :x)
  11. O Zuiho dá pra trocar também, entre a configuração padrão de 1 caça, 1 torpedeiro e 2 bombardeiros para 1 caça, 2 torpedeiros e 1 bombardeiro. É ótimo para torpedos cruzados, já que ele não pode fazer lançamento manual.
  12. Ah, mas mesmo que não esteja perto de rochas até que vale a pena aqueles torpedinhos... :v nunca se sabe, né? huehue (pelo menos pra forçar o DD a se mostrar, se as condições estiverem favoráveis e jogando de Cruzador isso ferra muitos DDs)
  13. er... Cara, já foi bem pior kk. Chegou a jogar na época que a estratégia era: Encouraçados param, Contratorpedeiros os cobrem de fumaça e Encouraçados atiram sem serem vistos? É... nem te conto como era engraçado perder o navio em menos de 5 minutos se desse bobeira. Agora o sistema de fumaça é bem mais justo nesse quesito, e a fumaça é parte da mecânica de um contratorpedeiro. Um navio que tem 12000 de vida mais ou menos e canhões que fazem cócegas em navios maiores seria o que sem a fumaça? "Ah, e os cruzadores?" Se não me engano, os que podem usar fumaça também podem ser furados facilmente. O lance é, nenhum navio aguenta muito tempo na fumaça quando uns torpedinhos lhes fazem uma visita :v "Ah, mas eu jogo de encouraçado, não tenho torpedos" Encouraçados tem mais é que se ferrar, rs
  14. Qual a melhor frota de navio???

    Sim sim, Myogi e Kawachi foram experiências tão ruins que usei Exp livre pra aliviar um pouco o up (pensa num container de 75000 de xp livre gasto com 4 navios... :v valeu a pena). Com esses dois encouraçados, eu chegava numa distância razoável, atirava e as balas normalmente passavam por cima e por baixo do alvo, e dificilmente acertavam. A motivação ficou mais pelo fato de que vi o Kongo em uns vídeos e falavam bem dele (e de certo modo, gostei e joguei bastante até). Me enganei aqui, tenho o Fuso também. Pelo visto, tenho jogado tão pouco de encouraçado que esqueci dele :x Vou me aventurar nos encouraçados britânicos só até o tier 4, porque se sair uma linha de porta aviões britânicos, não quero ter o trabalho de upar outros navios pra aproveitar depois.
  15. Qual a melhor frota de navio???

    [Não tenho tanta experiência assim, mas quero falar um pouco do que eu acho também xD] Minha frota alemã, há três dias atrás, era composta por um contratorpedeiro tier 2 e o Bismarck. Com as missões do Duke of York, me vi obrigado a ampliar essa linha até pelo menos ter navios de tier 5 para fazer as missões. Hoje comprei o cruzador de tier 5 e gostei bastante dele, pois suas torres viram de um jeito interessante. Na verdade, os cruzadores alemães estão me interessando já a um tempinho, pois parecem bem divertidos. Minha frota principal é de navios japoneses, ao qual tive interesse em jogá-los mais pela história do que pela jogabilidade, mas a jogabilidade me agrada também. É zoado chegar no fórum e ver os jogadores mais antigos dizerem que muitos navios foram nerfados (acho que os contratorpedeiros, mas de qualquer forma, eles nunca foram o meu forte). Essa frota eu também ampliei e investi pesado por causa de evento, no caso, o do Bismarck, que quando estava acontecendo, eu tinha apenas dois navios de nível mínimo para jogar (tier 5). Quando digo ampliar, me refiro a deixar todas as classes no nível 6 pra não ter mais problemas com esses eventos e missões (exceto meus encouraçados, porque não curto muito essa classe e parei no Kongo mesmo). Só que, não adiantou muito porque agora o evento está cobrando navios alemães huehuehue. Arrisquei entrar na linha francesa, e cheguei até o Émile Bertin. Achei bem divertido jogar com eles porque nos tiers baixos os canhões me agradam (boa distância e torres duplas :x) e são bem velozes (até onde eu joguei né). Único problema é que eles morrem bem fácil, então tem que tomar muito cuidado e ficar manobrando pra evitar os tiros. Bom, talvez a única coisa que eu acho que estou certo, é que os cruzadores japoneses Furutaka, Aoba e Myokou são bons pra incendiar, acho que tem uma taxa de 17% de chance, o que me faz gostar bastante deles, além é claro, dos canhões de 203mm (pro Furutaka, tem que comprar o casco C pra ter esses canhões, só percebi isso depois que cheguei no Aoba kk). Cada nação tem suas características. Talvez "O Melhor" seja aquela que deixe o jogador que está jogando confortável. (uma resposta genérica, mas que acho bacana)
×