Jump to content

Captain_Benevolent_Fair

Supertester
  • Content Сount

    435
  • Joined

  • Last visited

  • Battles

    10064
  • Clan

    [NNC]

Community Reputation

135 Valued poster

About Captain_Benevolent_Fair

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo, SP

Recent Profile Visitors

1,370 profile views
  1. Captain_Benevolent_Fair

    Some thoughts about what 'OP' means

    I would argue "OP" is often misused with the intention of saying "Easy to do well in compared to other ships of equal tier and class". Smolensk vs Colbert is often a good comparison for this point of view, where the latter is much stronger in the hands of a good player, but the requirements to do well in the former are much lower. The same could be said about Smolensk vs DM/Worcester/Minotaur. It's not a matter of Smolensk over performing, just a matter of it requiring less skill to perform on a similar level to the other ships, which is not necessarily akin to it being overpowered.
  2. Captain_Benevolent_Fair

    Novato em dúvida

    @ALM_LeeJr Creio que a parte onde dizem "agora é impossível ter um navio Nível VIII em batalha com o restante dos navios Nível X" está sendo interpretada de forma incorreta. A afirmação é que não haverá mais situações na qual um único navio tier VIII é colocado em uma equipe onde todos os outros navios são tier X. Ela não implica que navios tier VIII de um modo geral não encontrarão navios tier X. De fato, o exemplo que eles usam é vago ao ponto de não descartar a possibilidade de que dois ou três navios tier VIII entrem em partidas com o resto dos navios navios sendo tier X, nem a possibilidade de que um único navio tier VIII entre em partidas com o resto dos navios sendo uma mistura de tiers IX e X. Além disso, a apresentação dá a entender que essas alterações só afetam as Batalhas Cooperativas. Concordo que o resultado final dessas mudanças não é muito perceptível. E ouso dizer que o exemplo que utilizaram na explicação não foi bem apresentado (mesmo em inglês, ainda é um exemplo bem específico que desconsidera muitas possibilidades e deixa muitas questões sem resposta).
  3. Captain_Benevolent_Fair

    Novato em dúvida

    As alterações foram feitas específicamente para amenizar o problema do matchmaking para o tier VIII em relação ao tier X. O tier IX não foi levado em consideração, e como resultado se tornaram bem mais comuns partidas de tier IX onde navios tier VII e VIII são puxados. Navios de tier VIII começaram a entrar em menos partidas com tier X, mas em retorno constantemente entram em partidas com tier IX, e navios de tier VII começaram a enfrentar navios de tier IX com mais frequência. Consequentemente, o problema do matchmaking não foi exatamente resolvido, apenas passou a afetar outros tiers. Não lembro de ter ouvido a WG falar que partidas de tier VIII com tier X deixariam de ocorrer, mas sim que situações com apenas um ou dois navios de tier VIII em cada time com outros dez navios tier X deixariam de ocorrer, ou seja, partidas de tier X com tiers VIII e IX teriam um equilibrio melhor na quantidade de navios em cada tier, mas não deixariam de existir inteiramente.
  4. Captain_Benevolent_Fair

    Novato em dúvida

    A WG fez alterações no matchmaking para reduzir a frequência com a qual navios de tier VIII são jogados em partidas de nível X, assim como tentar evitar situações nas quais partidas de nível X apresentam apenas um ou dois navios de tier VIII em cada time. Essas situações não deixaram de existir completamente, apenas foi imposta uma limitação para quantas vezes é aceitável que elas ocorram. @alessandro_marins, Creio que talvez você tenha avançado rápido demais para os tiers mais altos. A progressão até o tier VI é bem mais calma de um modo geral, mas dos tiers VIII ao X muitas coisas mudam para todas as classes. No caso dos porta-aviões, o armamento anti-aéreo dos tiers mais altos é muito superior ao dos tiers baixos e médios então é bem mais importante saber quais alvos são mais/menos vulneráveis. Navios japoneses, por exemplo, costumam ter AAA mais fraco, com algumas exceções (Akizuki, Kii, Azuma, Yoshino. entre outros). Navios americanos e soviéticos costumam ter AAA mais forte. Navios britânicos tendem a ter AAA mediano (mas Neptune e Minotaur são exceções notáveis com AAA extremamente poderoso). Os alemães são meio bagunçados (cruzadores possuem AAA forte, encouraçados e contratorpedeiros possuem AAA fraca, com exceção do Gneisenau e do Z-52). Os franceses tem AAA forte em tudo menos nos contratorpedeiros. Claro que as coisas são bem mais complexas do que isso, mas é um bom ponto de partida para começar a entender quais alvos valem a pena atacar com aviões. E posso afirmar que a posse de uma conta premium não altera em nada a qualidade dos times que você é colocado com ou contra. O matchmaking é aleatório e não leva em consideração a habilidade dos jogadores, então você pode ser colocado contra alguns dos melhores jogadores, ou jogadores menos experientes que você mesmo, e se tratando de porta-aviões, classe que pode facilmente fazer toda a diferença no resultado de uma partida, enfrentar jogadores que conhecem cada truque da classe pode se mostrar uma experiência frustrante. Se me permite fazer uma recomendação, sugiro que volte um pouco para os tiers médios (V, VI, e VII) e jogue com outras classes, varie um pouco mais, e aprenda as vantagens a fraquezas de cada linha em cada nação. Não tenha pressa de chegar nos níveis mais altos, e aproveite mais a jornada. Eu demorei mais de um ano para pegar meu primeiro tier X, mas aproveitei tudo que cada classe tinha a me oferecer antes de decidir em qual linha ia investir pesado.
  5. Captain_Benevolent_Fair

    Ranked 1x1 Tier 8 - Quais os metas?

    Graf Zeppelin é o melhor CV para o modo. Os aviões são bons o bastante para lidar com qualquer classe, e mesmo os contratorpedeiros franceses têm dificuldade para chegar perto o bastante para lançar torpedos devido ao armamento secundário inigualável do GZ. Os melhores encouraçados são Tirpitz e Kii pelos torpedos, assim como o Massachusetts pelas secundárias e o armamento anti-aéreo. Para cruzadores, Prinz Eugen e Hipper são os melhores, seguidos pelo Atago, todos são bem resistentes e vêm carregados de torpedos. E entre os contratorpedeiros os melhores são os franceses, o Kiev, assim como o Lo Yang (com os torpedos de curto alcance, que causam bem mais dano que os de maior alcance) e o Akizuki.
  6. Captain_Benevolent_Fair

    Lert & Mouse's Most Memorable Premiums of 2019

    Username: Captain_Benevolent_Fair Server: NA This year had many fun premiums, especially when it comes to battleships, but I feel like Georgia is the one that deserves to be my most memorable premium ship of the year. Georgia had such an interesting development cycle. Anyone remember her original stats? The gun reload was 30 seconds, the secondaries were nothing special, her repair party was average, and she had no engine boost. According to old Dev Blog posts, her original concept was for a long range sniper. Thing is, it would take a lot to make Georgia good enough to compete with the other tier IX premium BBs, especially Musashi, which already filled the same role much better. And they did try to make that concept work, the original improvements were all focused on making the guns more accurate and buffing the reload to compensate for the small amount of guns. But she still failed to impress. And then... WG had an idea, and threw the entire concept of the ship away to make something different, and that's when Georgia finally became the ship we all know and love. The secondaries were buffed, the repair party was buffed, and the engine boost was added, and all that at once. Suddenly the ship became completely unrecognizable when compared to her original version. The new Georgia was the kind of ship you could set up any way you like. Want a Brawler? Fast reload, strong secondaries and an improved repair party will bring fear to your enemies when she gets within 12km from them. Want a medium range fast battleship? Her accuracy is great and can be buffed further with upgrades, and she does have an engine boost. Want a flanking battleship? Did I mention the engine boost combined with Georgia's already impressive top speed makes her the fastest BB in the game, and easily able to outrun most of the cruisers and a fair amount of DDs... and that she also comes with your standard american flyswatters?! What's not to love about this ship? Some say Georgia is too powerful, others that she is very well balanced, but most would agree that regardless of her power, her main selling point is fun, she's just the kind of ship you can hop in and have a good time no matter your playstyle. And for that, whenever I think about my favorite ships of the year, I always have... Georgia on my Mind
  7. Captain_Benevolent_Fair

    SuperTest 2019 Bravo Company - Congratulations!

    This is where the fun begins
  8. FdG. After the buffs, the secondaries are great, and the faster reload (on the 406s especially) makes it a lot more comfortable to play for me. I call it the "German République", because it has the main traits of the Rép (fast reload, decent speed, good secondaries) with a german twist (bad accuracy, better armor, 1/4 HE pen, questionable AA). In fact, I like it more than the GK, believe it or not.
  9. Captain_Benevolent_Fair

    [CLOSED] CONTEST - WIN A PREMIUM SHIP!!! Last chance!!!

    About 2 and a half years ago, I invited my oldest friend to play. He's not much of a naval enthusiast, and would much rather play something more fast paced, but we were looking for something new to play together, so he gave it a go and started playing IJN cruisers. He didn't play it too much, stopping right after reaching the Furutaka, but we did shared some laughs, especially while he was playing the Kuma. In one of our matches, he managed to detonate a DD right after torping a BB, and got a Double Strike, but he also got detonated himself later on in that game (karma at its finest). The best part was when he asked if any ship could be detonated with a skilled shot, and I said "Well, any ship can be detonated, but you don't necessarily have to be skilled...". As for my number, I'll go with #77 , if you don't mind.
  10. Captain_Benevolent_Fair

    Estamos procurando Super Testers Brasileiros!

    Boa sorte a todos os brasileiros que estão participando. Espero vê-los no programa de STs em breve E se conseguirem entrar no programa e quiserem uma ajudinha de igual nacionalidade para se ajustarem, fiquem a vontade para pedir a minha.
  11. Captain_Benevolent_Fair

    Make me a: Meme - 25th to 4th

    Worcester: I'm gonna sink that Harugumo. *Gets sunk by Harugumo instead* Worcester:
  12. Captain_Benevolent_Fair

    Atualização 8.0

    CVs ímpares premiums foram todos movidos para o tier VIII. Não creio que tenham sido retirados da sua conta por nada além de algum erro, e se for esse o caso, sugiro que entre em contato com o suporte. Os CVs ímpares da árvore técnológica foram removidos e os jogadores reembolsados automáticamente. E os pares, se você tinha antes, ainda deve ter, mas é possível pedir reembolso por eles e receber EXP livre e créditos equivalentes ao que você gastou para adquirir os navios, e o mesmo vale para os premiums, com a compensação destes sendo seu valor integral em dobrões.
  13. Captain_Benevolent_Fair

    Welcome Back Contest! - 6th to 11th

    What is your in-game name and the origin of it? Captain_Benevolent_Fair, the name of an original character created by me for a fanfic I wrote quite a long time ago. He's an embodiment of my love for ships and especially those from the Golden Age of Sails. I felt it would fit right in with a game about warships. How long have you been playing World of Warships? Just over 3 and a half years. What got you into playing World of Warships? Love of Ships? History? Came from a different game? Explain what got you into the game. After having an absolute blast playing ACIV: Black Flag, I found myself lacking any other game that was able to combine a historical setting with a good ship gameplay that gave me a sense of being at the helm of a truly devastating weapon of the seas. I searched for another game that would give me the same feeling for quite a while, until I came across World of Warships, at the end of its Open Beta, and it was exactly what I was looking for, a fun gameplay with a lot of unique mechanics to learn, but not overwhelmingly difficult to get into, and I have been playing it frequently ever since. (On a separate note, World of Warships is responsible for igniting my interest for warships of all ages, whereas previously I only had interest for sail ships from the 16th, 17th, and 18th centuries.) What is your favorite ship? Why? Feel free to add a pic as well! While Scharnhorst had remained my favorite ship ever since its release, and one I have fond memories of (she gave me my first Kraken Unleashed, and many more came after that), her place has been taken by the Jean Bart. JB is one of those ships that demands a lot from the player (managing ammo types correctly, positioning and sometimes re-positioning yourself well without over extending or lagging behind, making good use of your consumables), but when played correctly, is one of the most rewarding ships to play. "Fate was not kind to you, my dear."
  14. Captain_Benevolent_Fair

    O QUE ACHARAM DA JOGABILIDADE DOS CVS?

    Uma coisa que vale notar que mudou muito a efetividade da AA de certos navios é que agora as auras de AA não se complementam. Usando o Atlanta como exemplo, este navio que antes era o terror de qualquer CV, tem a maior parte da sua AA concentrada nos canhões de 127mm, mas ainda possui AA com alcance médio e curto que costumava complementar a AA do navio, pois quanto mais perto os aviões chegassem, mais dano iriam receber das três auras de AA combinadas. Agora, porém, a AA de longo alcance do Atlanta para de causar dano aos aviões quando estes entram no alcance da AA de alcance médio, e estas param de causar dano quando os aviões chegam no alcance da AA de alcance curto, criando o efeito oposto, em que quanto mais perto um avião chegar do Atlanta, menos dano ele irá receber. Navios como o Minotauro tem um balanceamento melhor de AA de longo, médio, e curto alcance, e portanto são uma ameaça para os aviões independente de qual aura eles estão sobrevoando. De certa forma, agora é ruim ter multiplas auras de AA se elas não forem todas igualmente fortes, pois se um navio tem AA de longo alcance forte, mas AA de médio alcance fraca, essa AA de alcance médio está literalmente reduzindo a efetividade da AA de longo alcance, pois se esse mesmo navio não tivesse AA de alcance médio, a AA de alcance longo causaria dano aos aviões até que eles chegassem na AA de alcance curto, ao invés de só causar dano até que eles cheguem na AA de alcance médio. Claro que essas coisas podem ser fácilmente alteradas, então por mais que essa seja uma época difícil para o jogo, eventualmente esses problemas de balanceamento serão consertados.
  15. Captain_Benevolent_Fair

    O navio mais infeliz de todos

    Só se o navio estiver angulado e você não tiver canhões de 380mm ou maiores. Se o PEF mostrar a lateral, é bem fácil de acertar a cidadela. No geral, é um navio bem abaixo da média, que não faz nada que outros encouraçados do mesmo nível não consigam fazer melhor, com exceção do armamento anti-aéreo, que é de longe o melhor do seu nível e classe.
×